Início / Agricultura / Montiqueijo é parceira do projeto Empresas + Saudáveis

Montiqueijo é parceira do projeto Empresas + Saudáveis

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Montiqueijo, marca portuguesa produtora de queijos e a única com produção desde a origem, anuncia a sua associação ao programa “Empresas + Saudáveis”, criado pela IMS Health para ajudar as empresas em Portugal a proporcionarem mais qualidade de vida aos seus colaboradores.

A segunda edição do programa, que conta com um ranking para eleger as empresas mais saudáveis, acaba de arrancar e conta com a realização de vários workshops da Montiqueijo sobre alimentação saudável, ministrados pela nutricionista e blogger Maria Gama.

Sob o tema “Snacks saudáveis utilizando queijo fresco”, a Montiqueijo pretende sensibilizar para os benefícios e formas de consumir este produto diariamente, sugerindo várias receitas fáceis e rápidas.

A directora geral da Montiqueijo, Dina Duarte, refere que “vemos nesta parceria uma oportunidade interessante de sensibilizarmos o target empresarial para a importância de uma vida mais saudável. Estamos convictos de que esta iniciativa será um sucesso e que este tipo de acções reflectem uma preocupação cada vez maior das empresas com os seus activos”.

Nutricionista faz workshops

maria-gama_poe-te-na-linhaMaria Gama, nutricionista e autora do blog “Põe-te na Linha”, aceitou o convite da produtora de queijos de Lousa para realizar os workshops e ajudar à consciencialização da prevenção cardiovascular da população empresarial. “Aceitei integrar o projecto Empresas + Saudáveis, com a Montiqueijo, para promover uma alimentação saudável e os seus benefícios, que têm influência directa no rendimento e produtividade dos colaboradores de qualquer empresa. Além disso, esta iniciativa é fundamental para fornecer dicas e ferramentas essenciais para o dia-a-dia dos colaboradores, com os workshops onde falamos sobre snacks saudáveis e, dessa forma, criar hábitos alimentares saudáveis também no local de trabalho”.

O “Empresas + Saudáveis” tem como grande objectivo motivar as empresas a elevarem os padrões de saúde (cardiovascular e psicossocial) dos seus colaboradores, através da implementação de boas práticas e da promoção de estilos de vida saudáveis. Os colaboradores inscritos são avaliados, com rastreio e medição da saúde global, e recebem acompanhamento clínico semanal por uma equipa multidisciplinar, durante os três meses do programa. No final desse período, a IMS Health analisa estatisticamente o estado de saúde de todos os colaboradores e divulga o top das 10 empresas mais saudáveis.

Para além de parceira, a Montiqueijo irá também participar activamente no programa com a inscrição de 20 colaboradores.

“Empresas + Saudáveis”

O Programa “Empresas Mais Saudáveis” é uma iniciativa IMS Health que visa eleger as empresas mais saudáveis a operar em Portugal, através da aferição da saúde e bem-estar dos seus colaboradores. A eleição das Empresas Mais Saudáveis é realizada através da aferição da saúde e bem-estar dos seus colaboradores por via de uma análise criteriosa aos seus parâmetros bioquímicos e psicossociais, com o objectivo de estimular e consciencializar as empresas e colaboradores para a implementação de boas práticas de saúde e estilos de vida saudáveis em contexto laboral. Este programa teve a duração de 3 meses, onde todos os colaboradores têm um acompanhamento clínico personalizado, realizado por profissionais de saúde qualificados.

A Montiqueijo – Queijos de Montemuro é uma empresa da região saloia, fundada em 1963 pelo casal Carlos e Ludovina Duarte, que tem conquistado o seu lugar no ramo dos lacticínios. A família Duarte iniciou a sua actividade com uma pequena queijaria para vender queijo fresco em Lisboa e rapidamente conseguiu impor-se, sendo actualmente umas das principais marcas portuguesas produtoras de queijo fresco, requeijão e queijo curado.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Fenareg pede reforço do financiamento ao regadio no Plano de Recuperação e Resiliência

Partilhar            A Fenareg – Federação Nacional de Regantes de Portugal considera insuficiente a verba destinada à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.