Início / Agricultura / Montalegre reduz ninhos de vespa asiática em 75% com rede de armadilhas

Montalegre reduz ninhos de vespa asiática em 75% com rede de armadilhas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A rede de armadilhas levada a cabo pela Câmara Municipal de Montalegre, através do Gabinete Técnico Florestal (GTF), está a dar resultado. Há menos 75% de ninhos identificados da vespa velutina, também conhecida por asiática, no concelho.

O técnico que lidera este Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina, José Luís Tavares, fala em “sucesso”. Ainda assim, a autarquia de Montalegre reforçou em 25% a rede de armadilhas.

Até final de Maio, com monitorizações quinzenais, toda a acção de trabalho deve estar concluída, garante fonte institucional da autarquia.

Para já, todos os interessados podem acompanhar o andamento dos trabalhos no mapa interactivo agora divulgado (aqui).

Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina

Desde meados de Fevereiro que está em marcha, pelo segundo ano consecutivo, o Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina. Uma aposta que a autarquia de Montalegre dá sequência depois do impacto positivo que obteve o ano passado.

No terreno está uma equipa, liderada pelo técnico José Luís Tavares, que conta palmilhar o concelho até final de Maio.

Mapa interactivo

Este ano, os dados podem ser acompanhados através de um mapa interactivo que exibe os resultados à medida que os trabalhos são efectuados.

“Um trunfo que alavanca esta aposta municipal para uma maior proximidade e rapidez com o grande público. Ainda em matéria de divulgação, as paróquias do concelho também foram informadas, sendo mais um canal informativo junto dos cidadãos”, realça a mesma fonte.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Festa da Cereja de Alfândega da Fé cancelada devido à Covid-19

Partilhar            O presidente da Câmara Municipal de Alfândega da Fé, Eduardo Tavares, informa que a edição …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.