Início / Agricultura / Montalegre cria equipa de Sapadores Florestais da Venda Nova. É a nona no concelho

Montalegre cria equipa de Sapadores Florestais da Venda Nova. É a nona no concelho

A Câmara Municipal de Montalegre anuncia a criação da equipa de Sapadores Florestais da Venda Nova. Está  assim criada a nona equipa de sapadores florestais do concelho de Montalegre. Desta feita, aconteceu na União das Freguesias da Venda Nova e Pondras, que irá abraçar um consórcio que junta, também, as freguesias de Covelo do Gerês, Ferral e Reigoso. São mais cinco postos de trabalho.

Ao todo, o ICNF — Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas comparticipa esta nova equipa de Sapadores Florestais com 45 mil euros (60% do total). Os restantes 40% são repartidos pelas quatro freguesias (6 mil euros cada), revela uma nota de imprensa da autarquia de Montalegre.

Para o vice-presidente da Câmara de Montalegre, David Teixeira, “é essencial que estas equipas de sapadores florestais apareçam. Somos um concelho com mais de 800km2, com uma extensa área florestal, daí ser importante que estas equipas sejam responsáveis, nesta vertente, pelo que se passa no nosso território. São mais cinco postos de trabalho no nosso concelho, ancorados em quatro juntas de freguesia”.

“Queria dar o meu reconhecimento a estes quatro presidentes de junta, pela coragem e capacidade de unir esforços para que estes projectos sejam viáveis e possam reverter a favor da comunidade. Uma palavra, também, para o nosso GTF [Gabinete Técnico Florestal] e ICNF porque estão sempre disponíveis para dar a retaguarda a estas equipas. Já temos várias equipas no concelho que interagem e planeiam a organização da nossa paisagem durante todo o ano. Quanto mais equipas houver, menos incêndios teremos”, acrescenta David Teixeira.

Apoio do ICNF

Por sua vez, Eduardo Carvalho, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, refere que “estamos perante uma jornada importante a vários níveis. A nível social porque passamos a ter mais cinco postos de trabalho e a nível da protecção da floresta. Quero destacar o empenhamento do município de Montalegre para que isto acontecesse, bem como das outras entidades envolvidas. O concelho passa a ter nove equipas de sapadores, mais duas CNAF (Corpo Nacional de Agentes Florestais)”.

Realça ainda Eduardo Carvalho que “face ao grande volume de incêndios que, por norma, é registado no concelho, houve esta necessidade de criarmos esta equipa numa zona que estava um pouco desprotegida. Vamos ter a floresta mais bem cuidada. O ICNF tem feito um grande esforço financeiro. Não só aqui como em todo o Alto Tâmega onde já existem 37 equipas florestais”.

5 novos postos de trabalho

Para o presidente da União de Freguesias de Venda Nova e Pondras, António Reis, “como é a primeira vez que estamos envolvidos neste tipo de projecto, estamos um pouco apreensivos. No entanto, espero que as coisas corram pelo melhor. Passamos a ter cinco postos de trabalho. Estou certo que nos irão dar uma grande ajuda. As aldeias vão ficar muito melhor servidas”.

Já o presidente da Junta de Freguesia de Covelo do Gerês, Alberto Dias, refere que “esta equipa é muito importante. Eram serviços que tínhamos que contratar a alguém. Temos sempre necessidades de limpeza na nossa floresta. Para além disso criamos cinco postos de trabalho. É muito bom”.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Ferral, Aníbal Ferreira, considera que “esta união tem um grande simbolismo. É muito importante que, num território tão disperso e com índices demográficos tão baixos, possamos estar unidos para defender o nosso património. A floresta é um bem essencial e é nosso dever salvaguardá-la”.

“Estas equipas são essenciais para a conservação e manutenção dos espaços florestais. Diariamente temos que estar atentos a zonas com necessidade de serem desmatadas e elaborar faixas de segurança. Desta forma apostamos na prevenção”, reforça Aníbal Ferreira.

Quanto ao presidente da Junta de Freguesia de Reigoso, Adriano Costa, refere que “é sempre bom. Há sempre muitos trabalhos de limpeza da floresta e dos caminhos públicos da aldeia. Até ao momento contratávamos à equipa de sapadores de Salto. Agora vai ser melhor. Em conjunto é mais fácil”.

O concelho de Montalegre passa agora a contar com 9 equipas de sapadores florestais:

  • Cabril
  • Covelães
  • Fafião
  • Montalegre
  • Outeiro
  • Pitões das Júnias
  • Salto
  • Venda Nova
  • Viade de Baixo

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

CAP analisa evolução do sector agrícola na última década em webinar gratuito

Partilhar              A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal realiza no próximo dia 27 de Maio, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.