Início / Agricultura / Montalegre consegue redução de 97% de ninhos de vespa asiática em dois anos

Montalegre consegue redução de 97% de ninhos de vespa asiática em dois anos

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O concelho de Montalegre, com a identificação de apenas um ninho de vespa velutina, durante o ano de 2020, consegue, em dois anos, uma redução de 97% de ninhos desta espécie invasora e predadora da abelha melífera.

Fonte da autarquia lembra que em 2018 foram identificados 40 ninhos e em 2019 não chegou à dezena (apenas nove).

Rede de armadilhas

Para o ano corrente, já está implementada, em todas as localidades do concelho, a “Rede de Armadilhas de Combate Vespa Velutina – 2021”. Pode acompanhar todas as monitorizações, tal como no ano anterior, no mapa interactivo (aqui).

Esta é uma aposta da autarquia através do Gabinete Técnico Florestal (GTF), cujo Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina é liderado pelo técnico José Luís Tavares. O qual explica que “a presença da vespa velutina diminuiu consideravelmente em todo o território do concelho de Montalegre, confirmado com a reduzida ou nula predação sobre os apiários. Com isso, não só os apicultores ficam bastante contentes como todo o ecossistema do Alto Barroso fica mais rico”.

Para José Luís Tavares, estes “excelentes resultados, que superaram as melhores expectativas iniciais, são fruto de um planeamento metódico e um trabalho persistente, encarado com seriedade pelo Município de Montalegre. Para este ano já está no terreno, por todo o concelho, a “Rede de Armadilhas de Combate Vespa Velutina – 2021″, para que se possa dar continuidade ao trabalho que se iniciou há dois anos na captura das vespas fundadoras (futuras rainhas) procurando, desta forma, interromper precocemente o seu ciclo de vida. Um mapa interactivo será novamente disponibilizado, com actualizações periódicas a cada monitorização, com os dados das capturas realizadas, para que qualquer pessoa possa acompanhar o desenvolvimento desta campanha. De felicitar o comportamento cívico que a população apresenta na recepção e zelo das armadilhas”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Proença-a-Nova realiza acções de sensibilização sobre a floresta no concelho

Partilhar            A floresta que queremos é o mote para as acções de sensibilização que o Município …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.