Início / Agricultura / Moçambique: carga do Porto da Beira cresce 46% com aumento de importações de fertilizantes

Moçambique: carga do Porto da Beira cresce 46% com aumento de importações de fertilizantes

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Porto da Beira, no centro de Moçambique, aumentou em 46% o volume de carga manuseada em 2020, para cerca de 3,1 milhões de toneladas, um desempenho influenciado pela subida das importações de fertilizantes.

“O acentuado crescimento de volumes de tráfego no Terminal de Carga Geral deve-se ao aumento de importações de fertilizantes”, avança uma nota de imprensa da Cornelder, empresa concessionária daquele porto.

Sem especificar números, a Cornelder referiu que as encomendas de fertilizantes do Zimbabué e Maláui tiveram maior impacto no crescimento de carga manuseada no ano passado pelo porto da Beira.

As compras no exterior de clínquer, matéria-prima usada no fabrico de cimento, por parte de Moçambique, também impulsionaram os resultados que o porto alcançou em 2020.

Queda de tráfego marítimo

Contrariando essa prestação positiva, o número de contentores movimentados pelo porto da Beira ano caiu 1,7% para 255.459 contentores, contra 259.938 em 2019. A redução deveu-se à queda de tráfego marítimo e à paralisação de indústrias, devido à pandemia de covid-19.

“Contribuiu igualmente para esta redução de volumes o decréscimo registado na exportação de madeira e importação de diversos bens”, assinala o comunicado da Cornelder.

Para este ano, a concessionária do porto da Beira assegura a continuação do plano de investimento, principalmente na abertura de mais canais de acesso à infra-estrutura, para permitir a sua utilização por mais navios de grande calado.

“Vamos também expandir os parques de armazenagem, tanto do terminal de contentores como de carga geral, investir na aquisição de equipamentos de manuseamento modernos e introduzir novos sistemas operativos de gestão”, acrescenta.

Devido à sua localização no oceano Índico, os portos moçambicanos são o único acesso a rotas marítimas para os países vizinhos encravados no interior do continente.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Agricultores do distrito de Leira marcam manif em Lisboa para 14 de Junho, dia de reunião de ministros da Agricultura da UE

Partilhar            A União dos Agricultores do Distrito de Leira (UADL) e a Confederação Nacional da Agricultura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.