Início / Agricultura / Ministério da Agricultura volta a alargar prazo para candidaturas ao Pedido Único. Até 25 de Junho

Ministério da Agricultura volta a alargar prazo para candidaturas ao Pedido Único. Até 25 de Junho

O Ministério da Agricultura e Pescas decidiu alargar o prazo para submissão de candidaturas ao Pedido Único (PU 2024) até às 18.00 horas do dia 25 de Junho, com penalização de 1% por dia útil, podendo os agricultores submeter candidaturas nos dias 22 e 23 de Junho (sábado e domingo) as suas candidaturas sem penalização.

“A medida visa permitir que todos os agricultores possam beneficiar desse instrumento sem alterar o calendário previsto para pagamentos”, refere um comunicado de imprensa do Ministério da Agricultura.

O ajustamento do prazo limite para a submissão de candidaturas na presente campanha prende-se, sobretudo, com candidaturas de maior dimensão e complexidade, adianta o mesmo comunicado.

“Reconhecemos o esforço feito, pelos técnicos e agricultores, nesta recta final de submissão de candidaturas para cumprir o prazo. No entanto, face às dificuldades que têm existido no “carregamento” de algumas candidaturas mais complexas, decidimos ajustar o prazo limite.”, diz o ministro da Agricultura e Pescas, José Manuel Fernandes.

O Ministério da Agricultura e Pescas faz ainda um apelo aos agricultores para que “mantenham o bom ritmo no processo de submissão de candidaturas para permitir que todos possam beneficiar deste importante instrumento e não comprometer o calendário previsto para pagamentos”.

Recorde-se que o Ministério, em 7 de Junho, tinha já decidido alargar o prazo para submissão de candidaturas ao Pedido Único 2024 sem penalizações até 21 de Junho.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Tem porcos? Declaração obrigatória de existências tem de ser feita até 31 de Agosto de 2024

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que no mês de Agosto de 2024, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.