Início / Agricultura / Ministério da Agricultura alarga prazo para candidaturas ao Pedido Único sem penalizações até 21 de Junho
© Ministério da Agricultura

Ministério da Agricultura alarga prazo para candidaturas ao Pedido Único sem penalizações até 21 de Junho

O Ministério da Agricultura e Pescas decidiu alargar o prazo para submissão de candidaturas ao Pedido Único 2024 sem penalizações até 21 de Junho, prazo limite para a submissão de candidaturas na presente campanha.

Esta decisão surge na sequência de “várias reuniões de trabalho conjuntas com elementos do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas para acompanhar in loco o processo de apresentação de candidaturas e aferir as dificuldades sentidas nos procedimentos de carregamento e submissão destas candidaturas, pelas entidades que efectuam este serviço aos agricultores”, explica um comunicado de imprensa do Ministério da Agricultura.

Nas reuniões de trabalho, o ministro da Agricultura e Pescas, José Manuel Fernandes, “pôde aferir que subsistem dificuldades nos procedimentos”, que justificam que se dê mais tempo para as candidaturas serem preparadas e carregadas por todos os beneficiários.

“Todos temos de fazer um esforço nesta recta final de submissão de candidaturas antes do fim do prazo de 21 de Junho. Enalteço e agradeço o empenho e trabalho de todas as entidades e técnicos, envolvidos na recolha e submissão dos processos de candidaturas e que têm sido inexcedíveis para dar resposta aos pedidos dos agricultores. Faço um apelo aos agricultores: mantenham o bom ritmo no processo para permitir que todos possam beneficiar deste importante instrumento‘’ diz o ministro da Agricultura e Pescas.

O Ministério da Agricultura e Pescas reforça que apesar desta alteração do prazo para submissão de candidaturas sem penalizações até 21 de Junho, depois dessa data não será possível a submissão de candidaturas ao Pedido Único, para não comprometer o calendário previsto para pagamentos.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Carmona Rodrigues lidera Grupo de Trabalho para estratégia de gestão, armazenamento e distribuição eficiente da água

Partilhar              O Governo decidiu criar um Grupo de Trabalho para delinear a estratégia multissectorial, “Água que Une”, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.