Início / Agricultura / Miguel Freitas debate medidas de emergência pós-incêndio na Região Centro
Foto: Município de Cabeceiras de Basto

Miguel Freitas debate medidas de emergência pós-incêndio na Região Centro

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, preside hoje, 24 de Agosto, à sessão de trabalho sobre Medidas de Estabilização de Emergência Pós-Incêndio a aplicar aos concelhos da Região Centro afectados pelos incêndios que ocorreram entre os dias 17 e 24 de Junho.

Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, no âmbito do plano de recuperação da região, que terá início pelas 14h30 na Casa Municipal da Cultura, Pedrogão Grande.

A sessão de trabalho conta com a apresentação das propostas de projectos de estabilização de emergência, elaborados no âmbito do Aviso da medida 8.1.4. do PDR 2020, para os concelhos de Pedrógão Grande, Góis, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pampilhosa da Serra.

Execução das medidas de estabilização

A cargo da Universidade de Aveiro está a apresentação das boas práticas na estabilização de emergência e recuperação de áreas ardidas.

Já o Instituto Superior de Agronomia (ISA) e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, com a Universidade de Aveiro, apresentam um plano de demonstração e monotorização a desenvolver em algumas parcelas na área de incêndio, no sentido de demonstrar boas práticas na execução de medidas de estabilização de emergência, nomeadamente na estabilização das encostas, no controlo da erosão, na recuperação de linhas de água e infra-estruturas afectadas.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Navio da Marinha acrescenta mais de 37 mil km2 ao mapa do mar português

Partilhar            O navio hidro-oceanográfico D. Carlos I regressou hoje, 10 de Agosto, à Base Naval de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.