Início / Featured / Marinha: Corveta João Roby conclui missão na Zona Marítima dos Açores

Marinha: Corveta João Roby conclui missão na Zona Marítima dos Açores

O Navio da República Portuguesa João Roby terminou hoje, 11 de Abril, mais uma missão na Região Autónoma dos Açores, com duração de cerca de três meses, e ruma agora com destino à Base Naval de Lisboa. Durante esta missão o navio cumpriu 2160 horas de missão, percorrendo 5-825 milhas náuticas, o equivalente a 10.787 kms.

​​​​​Em colaboração com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lages (RCC Lages), a corveta João Roby realizou diversos exercícios de busca e salvamento marítimo – SAREX (Search and Rescue Exercises) diurnos e nocturnos, em conjunto com o helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), eplica fonte institucional da Marinha Portuguesa.

O navio foi empenhado em diversas áreas de actuação nomeadamente, no âmbito da busca e salvamento e ao nível de tarefas de interesse público, prestou apoio logístico a organismos públicos de forças de segurança, através de transporte de material.

Vigilância dos espaços marítimos

No âmbito da vigilância dos espaços marítimos do arquipélago dos Açores, o NRP João Roby monitorizou reservas marinhas, áreas sensíveis e zonas de maior actividade de pesca, nomeadamente a Reserva Natural dos Ilhéus das Formigas, Bancos D. João de Castro, Condor, Açores e Princesa Alice, entre outros.

Durante a missão, que agora termina, foram realizadas diversas acções protocolares junto das entidades governamentais, realçando-se a visita ao Presidente do Governo Regional dos Açores, dinamizando assim o contacto junto com a comunidade Açoriana.

​O NRP João Roby é comandado pelo capitão-tenente Pedro Miguel Costa Caetano e tem uma guarnição de 75 militares.​

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

EDIA cria corredores ecológicos para favorecer conectividade ecológica em Alqueva

Partilhar               A EDIA — Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva tem em curso um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.