Início / Featured / Marinha coordena resgate de 14 tripulantes de navio mercante ao largo da Figueira da Foz

Marinha coordena resgate de 14 tripulantes de navio mercante ao largo da Figueira da Foz

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), coordenou o resgate de sete tripulantes de nacionalidade turca e sete tripulantes de nacionalidade georgiana, esta madrugada, de 5 de Novembro, de um navio mercante ao largo da Figueira da Foz.

Explica um comunicado da marinha Portuguesa que o alerta foi recebido pelo MRCC cerca das 00h30, a informar que o navio Southwester, com bandeira de Vanuatu, que transportava aço e dirigia-se para Sevilha, “estava a meter água de forma abrupta no espaço das máquinas com risco de naufragar. Foram imediatamente empenhados dois navios mercantes, o Bochen Oslo e o EM Hydra, que se encontravam na área e um helicóptero EH101 da Força Aérea Portuguesa”.

14 tripulantes resgatados

Os 14 tripulantes foram resgatados pelo navio mercante EM Hydra e desembarcaram no porto de Leixões, onde foram observados e efectuados testes de despiste à Covid-19. “Em coordenação com o SEF e colaboração da Polícia Marítima vão ser ouvidos para perceber melhor o que poderá ter originado o incidente. Foi ainda contactado o armador do navio”, acrescenta o mesmo comunicado.

A Marinha empenhou também a fragata Álvares Cabral que irá para a área por forma a acompanhar e garantir a segurança da área.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Associação de Proprietários Rurais contra “intenção de acabar com os cercados de caça maior”

Partilhar            A Associação Nacional de Proprietários Rurais Gestão Cinegética e Biodiversidade (ANPC) está preocupada com algumas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.