Início / Agricultura / Marília Moura vence Prémio Centro Pinus de Jornalismo Florestal

Marília Moura vence Prémio Centro Pinus de Jornalismo Florestal

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Centro Pinus — Associação para a Valorização da Floresta de Pinho entregou, no passado dia 29 de Novembro, o Prémio Centro Pinus de Jornalismo Florestal à jornalista Marília Moura. A obra que conquistou o júri foi “Floresta, o que há para além da madeira”, emitida pela RTP2 no magazine televisivo Biosfera, que pode ver aqui.

O júri atribuiu ainda uma menção honrosa à jornalista Anabela Silva, pela reportagem intitulada “Pinheiro, uma espécie cada vez mais rara na paisagem da região” publicada no Jornal de Leiria.

Esta distinção bianual, que tem o valor monetário de 5.000 euros, visa reconhecer o trabalho jornalístico que pela sua qualidade e originalidade mais contribuiu para a reflexão pertinente da temática florestal nacional junto da sociedade civil.

Mesa Redonda

A anteceder a entrega do prémio, que decorreu no sindicato de jornalistas em Lisboa, o Centro Pinus promoveu a Mesa Redonda “COMunicar A Floresta” com a presença de Miguel Freitas, secretário de Estado das Florestas, José Manuel Fernandes, publisher do Observador, Joaquim Lima, director Geral da APCOR — Associação Portuguesa da Cortiça e Helena Geraldes, directora do Portal Wilder.

João Gonçalves, presidente do Centro Pinus destacou “a importância que a comunicação social tem na defesa de um património que é de todos” congratulando-se com a peça jornalística premiada “Floresta, o que há para além da madeira “ que foca formas de rentabilizar a floresta autóctone, com projectos de gestão positiva e sustentável, a longo prazo.

Para além do trabalho desenvolvido dentro do sector florestal, nos últimos anos o Centro Pinus tem-se esforçado por sensibilizar novos públicos para as temáticas florestais, em particular, da floresta de pinho.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.