Início / Agenda / Mapa Integrado de Registo de Resíduos tem de ser entregue até 31 de Março de 2020

Mapa Integrado de Registo de Resíduos tem de ser entregue até 31 de Março de 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Benagro — Cooperativa Agrícola de Benavente relembra que o Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) produzidos em 2019 tem de ser entregue até 31 de Março de 2020, na plataforma SILiAmb.

Em causa está a entrega de documentação relativamente a resíduos perigosos (por exemplo, embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos) produzidos nas explorações agrícolas.

O Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) corresponde ao registo de dados que se encontra previsto no Regime Geral de Gestão de Resíduos (Artigo 48.º do Decreto-Lei n.º178/2006, de 5 de Setembro, na sua redacção atual) e deve ser preenchido e submetido anualmente.

Quem está obrigado a declarar

A Benagro relembram que se encontram obrigados ao registo de dados no MIRR (entre outras) todas as pessoas singulares ou colectivas responsáveis por estabelecimentos (explorações agrícolas) que: produzam resíduos perigosos (que abrangem, por exemplo, as embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos); ou produzam resíduos não urbanos e empreguem mais de 10 trabalhadores.

Relembre-se que os serviços técnicos da Benagro estão podem ajudar os agricultores na emissão do MIRR.

Por outro lado, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) irá realizar sessões de esclarecimento sobre o MIRR em Fevereiro de 2020: em Coimbra (17 de Fevereiro), no Porto (18 e 19 de Fevereiro) e em Lisboa (27 de Fevereiro).

MIRR

O Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) corresponde ao registo de dados que se encontra previsto no Artigo 48.º do Decreto-Lei n.º178/2006, de 5 de Setembro, na sua redacção actual (RGGR), constituído pela informação prevista no Artigo 49.º do mesmo diploma.

Estão assim sujeitos a inscrição no Sistema Integrado de Registo Electrónico de Resíduos (SIRER), suportado através da plataforma SILiAmb, com vista ao registo de dados no MIRR:

  • As pessoas singulares ou colectivas responsáveis por estabelecimentos que empreguem mais de 10 trabalhadores e que produzam resíduos não urbanos;
  • As pessoas singulares ou colectivas responsáveis por estabelecimentos que produzam resíduos perigosos;
  • As pessoas singulares ou colectivas que procedam ao tratamento de resíduos a título profissional;
  • As pessoas singulares ou colectivas que procedam à recolha ou ao transporte de resíduos a título profissional;
  • Os operadores que actuam no mercado de resíduos, designadamente, como corretores ou comerciantes.

A inscrição e registo de dados é individual para cada estabelecimento de forma a preservar a informação sobre produção e gestão de resíduos por origem, nomeadamente os dados respeitantes à localização geográfica e actividade económica.

Os estabelecimentos localizados na Região Autónoma dos Açores não estão abrangidos pela obrigatoriedade de submissão do MIRR no SILiAmb.

Entende-se por estabelecimento a organização ou parte de uma organização (fábrica, oficina, mina, armazém, loja, entreposto, estaleiro, hospital, consultório, etc.) situada num local topograficamente identificado, no qual ou a partir do qual se exerça uma actividade económica.

O MIRR deve ser preenchido e submetido anualmente até ao dia 31 de Março do ano seguinte ao do ano a reportar. Assim, a submissão do MIRR do ano 2019 deve ser efectuada até ao dia 31 de Março de 2020.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Relatório da CE: “UE completamente sem pesticidas não é um objectivo realista, incluindo na agricultura biológica, onde pode também ser utilizado um número limitado de pesticidas”

Partilhar            A Comissão Europeia publicou um relatório, que enviou ao Parlamento Europeu e ao Conselho. relativo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.