Início / Agricultura / Leslie: Ministério da Agricultura estima prejuízos de 29,8 M€ e dá poio de 15M€ a fundo perdido

Leslie: Ministério da Agricultura estima prejuízos de 29,8 M€ e dá poio de 15M€ a fundo perdido

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Até ao momento, e na sequência da tempestade Leslie, foram já registadas 1.422 declarações de prejuízos nos distritos de Leiria, Coimbra, Aveiro e Viseu. O Ministério da Agricultura estima em 29,8 milhões de euros os prejuízos sofridos pelos agricultores.

Desta estimativa, 10,5 milhões de euros dizem respeito a prejuízos em culturas temporárias, abrangidas pelo Sistema de seguros de Colheitas que o Ministério da Agricultura apoia financeiramente, subsidiando em cerca de 60% os prémios dos seguros, salienta uma nota de imprensa do Gabinete de Capoulas Santos.

Os restantes 19,3 milhões de euros resultam de outros prejuízos, para os quais o Ministério da Agricultura vai disponibilizar um conjunto de medidas de apoio.

Os pagamentos poderão ter lugar após a contratação dos projectos junto do IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, contra apresentação da factura, podendo os agricultores dar desde já início aos trabalhos.

15 milhões de euros a fundo perdido

Desde logo, os agricultores poderão contar com um apoio de 15 milhões de euros a fundo perdido, que se destinam ao restabelecimento do potencial produtivo, com os seguintes níveis de apoio:

  • 100% para prejuízos até 5.000 euros;
  • 85% para prejuízos entre os 5.000 e os 50.000 euros;
  • 50% para prejuízos entre 50.000 e 800.000 euros.

A medida abrange infra-estruturas, instalações e equipamentos agrícolas e também perdas em animais e culturas permanentes, como é o caso de olivais, vinhas e pomares.

As despesas, explica o Ministério liderado por Capoulas Santos, serão elegíveis a partir da data da ocorrência dos prejuízos (dia 13 de Outubro) e os pagamentos poderão ter lugar após a contratação dos projectos junto do IFAP, contra apresentação da factura, podendo os agricultores dar desde já início aos trabalhos.

Duas linhas de crédito garantidas

Serão também disponibilizadas duas linhas de crédito garantidas:

  • 2 milhões de euros, para apoiar exclusivamente as necessidades de tesouraria das cooperativas agrícolas e de outras Organizações de Produtores;
  • 10 milhões de euros, à qual poderão recorrer as empresas agrícolas, incluindo Cooperativas e outras Organizações de Produtores, destinados à reposição de instalações de equipamentos afectados. Esta segunda linha de crédito é extensiva a outros sectores de actividade.

Dos quatro distritos atingidos foram registados prejuízos em 41 municípios.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Federação Agrícola dos Açores envia carta a Costa a pedir a manutenção do Orçamento Posei Pós-2020

Partilhar            A Federação Agrícola dos Açores continua a “envidar esforços de sensibilização e de apoio à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.