Início / Agenda / Koppert apresenta na AgroGlobal soluções de controlo biológico para culturas de ar livre

Koppert apresenta na AgroGlobal soluções de controlo biológico para culturas de ar livre

A Koppert participa na AgroGlobal, nos dias 5, 6 e 7 de Setembro, no CNEMA, em Santarém, para dar a conhecer as suas soluções à base de insectos e ácaros predadores e parasitóides, fungos e nematodes benéficos, que a empresa investiga e desenvolve há mais de 50 anos “para uma agricultura sustentável”.

À medida que aumenta a resistência das pragas e diminui a disponibilidade de pesticidas químicos para proteger as vinhas, os pomares e as hortas, os agricultores necessitam de novas soluções para conseguir produzir alimentos em quantidade, com qualidade e segurança alimentar, refere uma nota de imprensa da Koppert.

O controlo biológico é uma opção eficaz, segura e ecológica a que cada vez mais agricultores recorrem nas suas estratégias de protecção das culturas de ar livre, acrescenta.

“Este ano participamos na AgroGlobal, pela primeira vez com stand próprio, para dar a conhecer o controlo biológico com macro e microrganismos. Convidamos todos a passar pelo nosso stand e descobrir como podemos alcançar juntos um enorme impacto positivo na saúde das plantas, na nossa alimentação e no planeta utilizando soluções cheias de vida. Um grande impacto começa sempre por pequenos gestos.”, afirma Tiago Matos, gerente da Koppert em Portugal.

Soluções Koppert

As soluções Koppert são utilizadas, por exemplo, em mais de 30.000 hectares de citrinos na Península Ibérica. O programa da Koppert para controlo biológico de cochonilhas em pomares de citrinos consiste na realização de largadas da vespa parasitóide Anagyrus vladimiri (Citripar), da joaninha predadora Cryptolaemus montrouzieri (Cryptobug-L) e do parasitóide himenóptero Aphytis melinus (Aphytis).

Já para o controlo de aranhiço vermelho, o ácaro predador Neoseiulus californicus (Spical Ulti-Mite), libertado a partir de pequenas saquetas biodegradáveis penduradas nas árvores, é a solução aconselhada, pela sua eficácia e rentabilidade. É, em média, 20% mais barata do que o controlo do aranhiço com pesticidas.

O Spical Ulti-Mite também é utilizado com sucesso em controlo biológico de ácaros em pomares de macieiras, de abacateiros e em vinhas.

Nemátodes benéficos pulverizáveis

A Koppert trabalha com nemátodes benéficos para controlo de pragas agrícolas desde 1986 e desenvolveu soluções inovadoras de pulverização de nemátodes, eficazes e fácies de usar. Os nemátodes são mantidos inactivos até estarem prontos para utilização e uma vez misturados com água são activados e podem ser aplicados utilizando equipamentos de pulverização convencionais ou através dos sistemas de rega das culturas, explica a mesma nota.

O Entonem e o Capirel são produtos à base de nemátodes entomopatogénicos da espécie Steinernema feltiae), o Capsanem e o Casea à base da espécie Steinernema carpocapsae e o Larvanem à base da espécie Heterorhabditis bacteriophora. A gama de nemátodes benéficos da Koppert “é utilizada com sucesso no controlo de um amplo espectro de pragas em culturas de pomóideas, prunóideas, frutos vermelhos, hortícolas de ar livre e de estufa, cebolas, cenouras, entre outras”.

As doenças de solo podem comprometer a produtividade das culturas de ar livre, tais como a batata, o tomate ou o pimento, todas elas presentes nos campos demonstrativos da AgroGlobal.

Adianta mesma nota que a Koppert desenvolveu o biofungicida Trianum, à base da estirpe T-22 de Trichoderma harzianum, um fungo benéfico que controla doenças de solo, tais como Rhizoctonia, Fusarium, Verticillium e Fitóftora, entre outras.

Já o Trianum actua colonizando as raízes das plantas, competindo com os fungos patogénicos por espaço e nutrientes, aumentando a capacidade de absorção das raízes e a sanidade da planta.

No stand da Koppert na AgroGlobal os visitantes vão poder ver in loco, com a ajuda de uma lupa especial, como os nematodes benéficos actuam no controlo das pragas e assistir a largadas de predadores e parasitóides em pequenas árvores de fruto e videiras.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Confederação das micro e pequenas empresas: redução do IRC visa “essencialmente as grandes empresas”

Partilhar              A CPPME — Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas considera que “a redução …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.