Início / Agricultura / José Luís Carneiro: floresta necessita de consenso político alargado durante 20 anos
Foto: José Sena Goulão/Lusa/Portal do Governo

José Luís Carneiro: floresta necessita de consenso político alargado durante 20 anos

A prevenção e combate aos incêndios rurais e florestais e uma política florestal que dê valor económico, ambiental e social à floresta são áreas “em que se deveria estabelecer um consenso político alargado, para os próximos 20 anos, tendo por objectivo a estabilidade das políticas públicas e uma alteração estrutural do modelo de desenvolvimento económico rural e florestal”, disse o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

O ministro afirmou a necessidade de “consensualização política” na área de combate aos incêndios rurais e, a montante do combate, no ordenamento do território, na valorização do desenvolvimento rural e na política florestal, na sua intervenção inicial na Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

Este “consenso político alargado” devia abranger as políticas em curso e a implementação de novas políticas, disse ainda o governante na Assembleia da República.

“Elevados níveis de eficácia”

José Luís Carneiro destacou os “elevados níveis de eficácia do dispositivo de combate os incêndios”, apesar dos factores de risco dos últimos dias, em que “vivemos em situações extremas, fruto das alterações climáticas, da seca, mas não só, e que têm atingido todos os países com um clima similar ao nosso. Os meios são sempre finitos. Contudo, os níveis de eficácia estão entre os melhores de sempre”.

Segundo o ministro, verificou-se “um grau de eficácia de 90%, o número de incêndios extinto em menos de 90 minutos”, acrescentando que “cerca de 80% dos incêndios só queimam até um hectare”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Luís Montenegro: “Governo não quer resolver os problemas da agricultura”

Partilhar              O líder do Partido Social Democrata (PSD) acusa o Governo de “falta de vontade política” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.