Início / Agenda / Joper/Tomix adapta-se às novas exigências ambientais inovando na eficiência dos pulverizadores e apostando na mecanização de corte de ervas

Joper/Tomix adapta-se às novas exigências ambientais inovando na eficiência dos pulverizadores e apostando na mecanização de corte de ervas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Grupo Joper/Tomix é um dos que vai estar presente na AgroGlobal, a maior feira agrícola ibérica dedicada aos profissionais, que se realiza nos dias 7, 8 e 9 de Setembro, em Valada do Ribatejo, levando os seus pulverizadores agrícolas e alfaias.

A centenária Tomix, sediada em Torres Vedras, inaugurou em Julho último uma nova fábrica em Samora Correia e anuncia um avultado investimento, para os próximos dois anos, em investigação, desenvolvimento e fabrico de equipamentos para pulverização de precisão, indo ao encontro das necessidades dos agricultores e das políticas ambientais da União Europeia. Estes projectos de elevado índice tecnológico têm a colaboração de duas universidades.

Jorge Facaia Pereira, administrador da Joper/Tomix, em declarações à organização da AgroGlobal, explica que “vivemos rodeados de vinha e de pomar. Naturalmente que as nossas máquinas estão mais vocacionadas para essas culturas. No entanto, temos de ser um pouco generalistas porque exportamos para determinados mercados, nomeadamente os de África, onde a cultura da vinha e dos pomares não está assim tão desenvolvida”.

E acrescenta que a empresa está bem posicionada em Espanha e França. “Principalmente no mercado francês, onde competimos com os maiores fabricantes a nível mundial, nomeadamente na pulverização, aí temos uma penetração no mercado bastante interessante. Temos de estar atentos às evoluções desses produtos, só assim é que podemos crescer, porque se não acompanharmos a evolução das culturas e as necessidades do agricultor, naturalmente que os nossos produtos ficariam obsoletos”.

Políticas ambientais

Quanto às preocupações e metas ambientais previstas na nova Política Agrícola Comum (PAC), tal como a redução do uso de pesticidas, Jorge Facaia Pereira garante que o grupo está atento e em evolução, “principalmente na Tomix, que se dedica ao fabrico de pulverizadores agrícolas. Há cerca de ano e meio que estamos a trabalhar nesta área, em colaboração com dois centros tecnológicos. São projectos com elevado índice tecnológico , de vanguarda. Num deles já experimentámos um protótipo”.

Realça ainda Jorge Facaia Pereira que tem “em curso, durante os próximos dois anos, investimentos avultados e como não poderíamos abarcar um projecto desta natureza sozinhos rodeamo-nos de dois centros tecnológicos, onde estão incluídos universidades, e técnicos capazes de nos poder ajudar e poder colocar no mercado um produto que possa, de uma forma muito significativa, ir ao encontro das necessidades quer dos agricultores quer das politicas ambientais que se se irão concretizar nos próximos anos”.

Outra área a que o grupo está atento é a do controlo de ervas daninhas através de processos mecânicos. “É uma área em que estamos muito atentos na Joper, e já demos passos significativos porque sabemos que o corte por mecanização vai substituir, em parte, a utilização de produtos químicos, nomeadamente na vinha e nos pomares. Estamos a trabalhar estas áreas nas duas empresas, para nos tornarmos mais ecológicos e contribuir para um mundo ambiental mais favorável”, diz aquele responsável.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Associação Empresarial da Região do Algarve está a recrutar formadores na área da Gestão Ambiental

Partilhar              O NERA — Associação Empresarial da Região do Algarve encontra-se a recrutar formadores na área …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.