Início / Agricultura / Já são conhecidos os vencedores da 8ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação CA

Já são conhecidos os vencedores da 8ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação CA

O Crédito Agrícola acaba de revelar os vencedores da 8ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação CA, uma iniciativa reconhecida no mercado pelo forte contributo que aporta aos sectores agrícola, agro-alimentar e florestal nacional e que distingue projectos inovadores, com viabilidade económica e potencial de mercado.

Esta cerimónia, que decorreu no Lux Lisboa Park Hotel, e que contou com a participação de Simão Soares, presidente da P-BIO – Associação Portuguesa de Bioindústria, e de Licínio Pina, presidente do Grupo Crédito Agrícola, premiou, com mais de 27 mil euros (5 mil euros a cada projecto vencedor e 2.500 euros à menção honrosa), o que de melhor se faz em Portugal.

Na categoria Agro-indústria 4.0, o projecto galardoado foi o SpecTOM, que, através da utilização de inteligência artificial e técnicas de espectroscopia, desenvolveu uma solução, portátil e não invasiva, para visualizar as estruturas internas das plantas e quantificar a composição dos diferentes tecidos. Através desta quantificação, em tempo real, de metabolitos chave, torna-se possível efectuar diagnósticos bastante precisos sobre o estado e/ou evolução de doenças/lesões internas, bem como sobre a resposta aos tratamentos.

Biotecnologia

Em Biotecnologia e Bioeconomia, destaque para a conquista da InovPastel, pela criação de opções de pastelaria tradicional mais saudáveis e funcionais capazes de manter o sabor original, através da redução do teor de açúcar e gordura, e incorporação de ingredientes menos calóricos e mais saudáveis, tais como fibras dietéticas.

A Agricultura Competitiva e Sustentável foi a grande vencedora na categoria Produtores Inovadores. É uma Quinta totalmente sustentável que aposta na eficiência energética, agricultura de precisão, com tractores autoguiados, gestão da irrigação, sensores, satélites, drones e digitalização de todos os processos, com benefícios económicos e ambientais. Aposta, também, na substituição de factores de produção, de origem sintética, para orgânica e, por fim, investe na promoção da biodiversidade, com técnicas de conservação do solo, como a sementeira directa da fauna, com a criação de zonas de refúgio para abelhas e outros animais.

Na categoria Projecto de Elevado Potencial promovido por Associado Crédito Agrícola, destaque para a NaturALL, que desenvolveu um desinfectante inteligente combinando princípios de nanotecnologia, matéria-prima florestal e economia circular. O objectivo passou por utilizar compostos extraídos maioritariamente da floresta endémica portuguesa como a bolota para o desenvolvimento de uma alternativa natural aos produtos sintéticos, mas também segura, não-tóxica, ecológica, biodegradável e sustentável.

Tecnologia Blockchain

O projecto Amêndoas com Identidade, distinguido na categoria Inovação em parceria, apresentou uma ideia inovadora, que, através da tecnologia Blockchain, possibilitará aos consumidores das amêndoas Veracruz acompanhar o trajecto dos alimentos de forma 100% automatizada e em tempo real através das etiquetas de rastreabilidade QR Code. Através desta solução, a Veracruz será a primeira empresa produtora de amêndoas, a nível mundial, a ter o seu produto rastreável.

A Menção Honrosa ao Jovem Empresário Rural foi atribuída ao projecto Medronho Bottle pelo desenvolvimento de um produto proveniente do medronho, resultando numa bebida suave, inovadora e de baixo teor alcoólico, com características distintivas que não existem no mercado. Este projecto pretende, ainda, desenvolver quatro sabores distintos: Original (medronho), Laranja, Lima-Limão e Frutos vermelhos.

Por sua vez, a Smart Trap recebeu, através do programa Born From Knowledge (BfK), da Agência Nacional de Inovação, o troféu “Árvore do Conhecimento”. A Smart Trap destacou-se pela apresentação de uma armadilha inteligente que permite a monitorização remota do insecto vector da Flavescência Dourada (Scaphoideus titanus Bal.), que é 5-10 vezes mais pequeno que outros insectos já detectados por armadilhas. O insecto é capturado numa fita cromática e a identificação é feita por um sistema de captura de imagem que possibilita a transmissão sem fios periódica e o seu arquivo.

“É com enorme satisfação que a Agência Nacional de Inovação (ANI) se associa, pela sexta vez a esta iniciativa. Nesta edição premiámos uma armadilha inovadora que permite monitorizar remotamente insectos 5-10 vezes mais pequenos que outros insectos já detectados por armadilhas. À excelência tecnológica, acresce o seu potencial impacto ambiental, social e económico, que nunca devem ser desligados das actividades de I&D”, sublinha João Borga, administrador da ANI.

O Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola é organizado pelo Crédito Agrícola em parceria com a P-BIO – Associação Portuguesa de Bioindústria e conta com o apoio institucional do Ministério da Agricultura, em articulação com a Rede Rural Nacional e com a Agência Nacional de Inovação.

Os projectos vencedores podem ser conhecidos aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Balanças Marques faz balanço positivo de presença em feira no Egipto

Partilhar              A Balanças Marques foi uma das 5 empresas portuguesas a participar, conjuntamente com a Associação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.