Início / Empresas / ITSector inaugura em Bragança o 5º Centro de Tecnologias Avançadas em Portugal

ITSector inaugura em Bragança o 5º Centro de Tecnologias Avançadas em Portugal

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ITSector, tecnológica especialista no desenvolvimento de software para o sector financeiro, acaba de expandir a sua actividade para Bragança, onde inaugurou esta tarde, no Brigantia EcoPark, o seu 5º Centro de Tecnologias Avançadas em Portugal.

A partir de Bragança, e à semelhança do que já acontece nas unidades de que a ITSector dispõe no Porto (sede), Lisboa, Braga e Aveiro, a empresa vai centrar a sua actividade no desenvolvimento de projectos em regime de Nearshore, operando à distância projectos no sector financeiro que detém com clientes oriundos de mercados internacionais.

“Em Bragança, vamos desenvolver projectos para clientes de países europeus e africanos, contemplando todas as fases de desenvolvimento de software e respectivos profissionais, desde os gestores de projecto, aos analistas funcionais, developers e testers. Também continuaremos a investir na área da investigação e desenvolvimento, que é um pilar importante no qual queremos continuar a apostar, contando também com a importante relação e apoio do Instituto Politécnico de Bragança”, afirma o presidente do Grupo ITSector, Renato Oliveira.

Na presença do presidente da direcção do edifício Brigantia Ecopark, Hernâni Dias, o mesmo responsável abordou as razões que motivaram a escolha de Bragança para expandir a actividade da ITSector.

“Não é novidade a escassez, em termos globais, de recursos na área das tecnologias de informação. Portugal não é excepção, sendo clara a concentração destes profissionais nos grandes centros urbanos no litoral do país, o que obriga as pessoas que vivem no interior a deslocarem-se das suas áreas de residência para poderem apostar numa carreira. Com a abertura do Centro de Tecnologias Avançadas de Bragança, as pessoas desta e de outras localidades circundantes terão a oportunidade de desenvolver uma carreira junto das suas famílias”, explicou Renato Oliveira.

Investimento de 500 mil euros

Nesta fase inicial, a unidade da ITSector em Bragança representa um investimento na ordem dos 500 mil Euros, contando com 20 colaboradores de vários níveis de senioridade, sendo que, até final deste ano, a empresa prevê a triplicação deste número, atingindo os 60 colaboradores, beneficiando de um programa de formação intensiva – ITSector Academy -, entretanto realizado com recém-licenciados do Instituto Politécnico de Bragança.

A médio prazo, a ITSector não descarta a possibilidade de vir a inaugurar mais Centros de Tecnologias Avançadas em território nacional. Contudo, antes deste passo, a empresa deverá optar pelo alargamento dos Centros localizados em Lisboa e em Aveiro.

Fundada em 2005, na cidade do Porto, a ITSector conta hoje com mais de 350 colaboradores, mantendo parcerias estratégicas com algumas das mais conceituadas empresas mundiais de software, como a Microsoft, Google e IBM.

Presente em Portugal, Polónia, Reino Unido, Alemanha, Angola, Moçambique e no Quénia, a empresa implementou, no último ano, mais de 200 projectos em geografias tão diversas como Inglaterra, França, Luxemburgo, Espanha, Itália, Rússia, Islândia, Alemanha, Dinamarca, Timor-Leste, Quénia e África do Sul.

Em 2016, os mercados internacionais representaram 35% dos €12,5M de volume de negócios que a empresa registou. Até 2020, a ITSector quer aumentar 60% à facturação, atingindo os €20M.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Ambição Agro 2020-30. Marcelo Rebelo de Sousa: “CAP soube protagonizar uma mudança na agricultura portuguesa”

Partilhar            A CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal apresentou esta tarde, 24 de Setembro, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.