Início / Agenda / ISA recebe 24 Horas de Agricultura – 9 a 10 de Abril

ISA recebe 24 Horas de Agricultura – 9 a 10 de Abril

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (ISA) será o anfitrião das 24 Horas de Agricultura Syngenta de 2016. A maior competição do ano para estudantes do ensino superior agrícola, onde 150 alunos de todo o País, aprendem e desafiam os seus limites em Lisboa, a 9 e 10 Abril.

Inscrições gratuitas até 28 de Março aqui. Há prémios, que a organização diz anunciar “brevemente”.

As 24 Horas de Agricultura Syngenta são um evento formativo e competitivo que simula situações técnico-científicas na área da agricultura, desafiando as equipas participantes a encontrar soluções em mercados simulados, bem como respostas a necessidades agronómicas. Estima-se participação de 150 concorrentes, distribuídos por 30 equipas.

A 3ª edição do evento é subordinada ao tema “Valor Agrícola de Nova Geração”, incluindo provas onde serão utilizadas tecnologias avançadas, incluindo agricultura de precisão, e durante as quais os futuros engenheiros agrónomos serão desafiados a encontrar soluções para problemas técnicos e de gestão da exploração agrícola, numa lógica de criação de valor em organizações.

O objectivo do jogo consiste na simulação ininterrupta, durante 24 horas, de situações na área científica e operacional da agricultura, proporcionando uma experiência de formação e competição em simultâneo.
Os participantes serão submetidos a diversos testes teóricos e práticos, tendo de ultrapassar várias provas durante as 24 horas de prova. A vertente competitiva desta acção irá estimular o aparecimento e aperfeiçoamento de competências técnicas e de trabalho de equipa ao nível da gestão agrícola, decorrentes das situações críticas que desafiarão os participantes.

Pretende-se que os participantes adquiram uma visão global da agricultura, tomando consciência das mais variadas forças de pressão e envolventes que com ela interagem.

Em síntese, esta iniciativa terá como principais características e objectivos:
– Conjugar formação e competição num evento pioneiro, que usa metodologias de formação inovadoras e com resultados mais proveitosos;
– Desenvolver as capacidades técnicas em agropecuária e florestas, contribuindo para o desenvolvimento da agricultura através de metodologias inovadoras;
– Forte aproximação à realidade empresarial, através da promoção do intercâmbio de experiências e disseminação das boas práticas e avanços técnico-científicos;
– Incentivar e estimular uma atitude empreendedora, a inovação competitiva e consciente;
– Incremento decisivo do espírito de equipa, parceria e cooperação, dentro e fora do âmbito organizacional;
– Desenvolver e aproximar sócio-culturalmente as diferentes equipas, realizando a ponte para um saudável relacionamento entre instituições, parceiros de mercado e os stakeholders que com elas interagem.

As equipas concorrentes podem ser compostas por 3 a 5 estudantes da mesma escola ou por estudantes, que não frequentando a mesma instituição de ensino superior, decidam constituir uma equipa para participar na competição.

Condições para participar: maiores de 18 anos; estudantes de licenciatura ou mestrado das áreas de ciências agrárias.

A inscrição é gratuita, mas o preenchimento da ficha de inscrição é um imperativo da DGERT – Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, sem o qual os organizadores não poderão oficializar a inscrição.

O Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa está localizado no coração de Lisboa, no campus de 100 hectares da Tapada da Ajuda e perto das principais regiões agrícolas nacionais.

Organização

Associação Portuguesa de Horticultura
A Associação Portuguesa de Horticultura (APH) é uma associação sem fins lucrativos e de utilidade pública que visa promover o progresso das ciências, técnicas e negócios hortícolas.

No âmbito da APH, a horticultura inclui as diferentes fileiras de produtos de alto valor, nas vertentes de fruticultura, viticultura, olivicultura, horticultura herbácea e horticultura ornamental. Em conjunto, estas actividades representam mais de 2,5 mil milhões de euros com crescente potencial exportador e de inovação.

International Association of Students in Agricultural and Related Sciences
A IAAS – International Association of Students in Agricultural and Related Sciences, foi fundada em 1957 em Leuven, com o objectivo de promover interesses comuns dos estudantes de agricultura, está presente em cerca de 30 países com 10.000 estudantes membros. O IAAS é membro consultivo da FAO.

A IAAS Portugal existe desde 1961, tem sede do comité nacional no Instituto Superior de Agronomia e representação nas principais instituições de ensino superior agrário em território nacional.

Actualmente conta com sete Comités Locais: a IAAS UTAD, IAAS Coimbra, IAAS Santarém, IAAS Ponte de Lima, IAAS Porto, IAAS Évora e IAAS Viseu.

A IAAS Portugal tem como principais objectivos reunir alunos, investigadores e profissionais do sector agrícola, bem como, promover o intercâmbio de conhecimentos e informação entre os estudantes de modo a existir uma compreensão mútua entre países e culturas diferentes. Esta associação representa os interesses e preocupações dos estudantes de ciências agrárias.

SFORI
O nome SFORI provém da designação oficial da empresa. É uma abreviatura de Strategy For Improvement, nome que reflete toda uma cultura de valor acrescentado.

A SFORI, através das suas três áreas – eventos formativos, formação experiencial e formação on-demand – forma anualmente mais de 1.500 pessoas, com um total acumulado de mais de 16.500 formandos desde a sua fundação, registando hoje um volume de formação de mais de 150.000 horas.

Desde 2004 realizou mais de 32 edições de eventos formativos “24 horas”, dedicados às soft skills associadas à gestão empresarial, logística, agricultura, gestão de projectos, liderança e recursos humanos entre outras.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Ministra da Agricultura inaugura reabilitação do Aproveitamento Hidroagrícola da Camba

Partilhar              A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e o secretário de Estado da Agricultura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.