Início / Agenda / Inscrições para prémio Farming by Satellite 2016 em curso até 30 de Outubro

Inscrições para prémio Farming by Satellite 2016 em curso até 30 de Outubro

Os estudantes e jovens agricultores na Europa e em África são convidados a participar num concurso sobre a utilização de tecnologias de satélite na agricultura para melhorar a eficiência e reduzir o impacto ambiental.

O prémio “Farming by Satellite”, no valor de 13 mil euros, é uma iniciativa da European GNSS Agency, a agência europeia responsável pelas actividades ligadas aos satélites europeus, e da Agência Europeia do Ambiente. Conta com o patrocínio da CLAAS, um dos principais fabricantes de equipamento agrícola, e da Bayer CropScience, empresa especializada em produtos fitossanitários. O concurso foi realizado pela primeira vez em 2012 e novamente em 2014, atraindo o interesse de 29 países desta última vez. Conta com um prémio especial para apresentações orientadas para as necessidades dos agricultores e produtores em África.

Para informações detalhadas sobre o concurso, visitar www.farmingbysatellite.eu. Os interessados devem inscrever-se antes de 30 de Outubro de 2016 e fornecer um resumo de 200 palavras sobre a sua ideia. O envio final, que deve ter entre 2.500 e 10.000 palavras, tem de ser recebido até 15 de Dezembro de 2016.

Promover utilização de satélites na agricultura

O objectivo do concurso é promover a utilização de satélites no âmbito de práticas agrícolas inovadoras, que ajudem a reduzir o impacto ambiental e aumentem os benefícios para os consumidores finais. Indivíduos ou equipas de universidades ou organizações comerciais podem apresentar novas ideias e soluções tecnológicas ou estudos de casos de ensaios, em especial aqueles que se baseiem no Serviço Europeu Complementar de Navegação Geostacionária (EGNOS, European Geostationary Navigation Overlay Service), no futuro sistema Galileo e nos serviços Copernicus (o Programa Europeu de Observação da Terra).

Entre os finalistas anteriores contavam-se jovens da República Checa, Alemanha, Quénia, Roménia, Ruanda, Portugal, África do Sul, Espanha e Reino Unido, com temas desde plataformas de dados online geo-referenciados, tecnologias de enxame, robots de cultivo de sementes de precisão, colheita selectiva de azeitonas até utilização de drones para sistemas de aviso prévio de escassez alimentar e ferramentas de apoio à decisão em África.

Gian-Gherardo Calini, director de desenvolvimento do mercado da European GNSS Agency, afirma: “Queremos que os jovens pensem activamente em soluções imaginativas que recorram a tecnologias de satélite “gratuitas” para ajudar agricultores de todo o mundo”.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PDR 2020 tem 2 M€ para alojamento temporário amovível em explorações de Odemira e Aljezur

Partilhar              A Autoridade Gestora do PDR 2020 – Programa de Desenvolvimento Rural informa que estão abertas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.