Início / Agricultura / Iniciativa Liberal defende transferência da sede do IFAP para Beja

Iniciativa Liberal defende transferência da sede do IFAP para Beja

O Grupo Parlamentar da Iniciativa Liberal (IL) defende a transferência e instalação, para Beja, da sede do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, devendo o processo ficar “definitivamente concluído até ao final do ano de 2024”.

Para aqueles deputados, “a deslocalização de organismos públicos da capital para o restante território cumpre (…) um duplo desígnio de aumentar a oferta de edifícios que podem ser transformados e adaptados a fins residenciais e de reduzir a procura incentivada pela agregação de serviços públicos carentes de recursos humanos no centro da maior cidade do País”.

E realçam que “analisando uma lista de organismos concentrados na região de Lisboa que têm jurisdição sobre a totalidade do território nacional, o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas é um dos que reúne condições para ser deslocalizado. Condições que, no caso do IFAP são ainda mais claras, uma vez que o objecto primordial deste instituto se encontra alheado da realidade económica da Área Metropolitana de Lisboa (AML)”.

Explica o Grupo Parlamentar da IL, no seu Projecto de Lei 594/XV/1, entregue na Assembleia da República, que “com efeito, segundo dados de 2020, é no Alentejo que a agricultura assume maior relevância económica ao representar 8,8% do PIB e é na AML que esse peso é menor (0,3% do PIB), o que torna ainda mais premente a proposta de deslocalização agora apresentada”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Webinar “Impacto sócio-económico do olival no mediterrâneo” apresenta projecto europeu Artolio

Partilhar              A APPITAD — Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro promove …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.