Início / Agenda / INIAV e GPP lançam estudo sobre plantas aromáticas, medicinais e condimentares. Quer participar?

INIAV e GPP lançam estudo sobre plantas aromáticas, medicinais e condimentares. Quer participar?

O INIAV — Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e o GPP — Gabinete de Planeamento e Políticas querem conhecer um pouco mais sobre as plantas aromáticas, medicinais e condimentares (PAM) em Portugal. Por isso, estão a trabalhar num estudo que se enquadra no âmbito da Área de Intervenção 4 “Observação da Agricultura e dos Territórios Rurais” da Rede Rural Nacional, e que pretende “contribuir para dar a conhecer a agricultura e os territórios rurais e para aprofundar o conhecimento no domínio das prioridades para a política de desenvolvimento rural a nível nacional”.

Assim, solicitam aos beneficiários com projectos aprovados no âmbito das medidas de apoio ao investimento (Medidas 3.1/3.2/3.3/10.2.1.1/10.2.1.2, relativos às plantas aromáticas, medicinais e condimentares), que contribuam com os seus conhecimentos e experiência para este estudo, participando no questionário que prepararam, ao qual poderá aceder aqui.

Os resultados serão anónimos e analisados somente para fins estatísticos. Os contributos deverão chegar até ao próximo dia 28 de Julho.

Para qualquer dúvida de preenchimento, pode contactar Violeta Lopes (violeta.lopes@iniav.pt), do INIAV.

Este trabalho enquadra-se no estudo do sector primário da fileira das PAM (Plantas Aromáticas e Medicinais) no seio do CCPAM — Centro de Competências das Plantas Aromáticas, Medicinais e Condimentares.

O objectivo deste trabalho é disponibilizar informação para poder ajudar nas medidas de política e de apoios à fileira e, que o CCPAM fique dotado de informação consistente para melhor actuar e decidir.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Volume de capturas de pescado em Portugal diminui 29% em Abril de 2022

Partilhar              O volume de capturas de pescado em Portugal diminuiu 29% em Abril de 2022 (-31,3% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.