Início / Apoios e Oportunidades / Inglaterra procura produtores de pranchas de surf em Portugal

Inglaterra procura produtores de pranchas de surf em Portugal

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A filial britânica de uma empresa australiana, especializada no design por medida de equipamentos desportivos, procura produtores de pranchas de surf em Portugal.

Segundo a secção de Oportunidades de Negócio da Enterprise Europe Network, a empresa pretende estabelecer parcerias com base em acordos de produção ou de subcontratação.

Para mais informações, procurar pela referência UK-2016-260 aqui.

A Enterprise Europe Network é uma rede de serviços para ajudar as empresas a inovar e a competir melhor no espaço europeu.

Mais de 500 pontos de contacto

Formada por mais de 500 pontos de contacto, espalhados por 40 países na Europa, a rede oferece um conjunto de serviços descentralizados e de proximidade, que apoiam as pequenas e médias empresas (PME) no seu processo de internacionalização e no encontro de parceiros estratégicos para a inovação e o desenvolvimento sustentado dos seus negócios.

Em Portugal, liderada pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, a Enterprise Europe Network é representada por um consórcio que envolve doze entidades públicas e associativas, distribuídas regionalmente por todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 27 Julho a 2 Agosto 2020

Partilhar            Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas As cotações médias nacionais de novilho …

4 comentários

  1. João André Pereira

    Boa tarde,
    Estou a produzir pranchas de surf em Madeira.
    Não sei se vos interessa.
    Cumprimentos

    • Ana Cordeiro de Sá

      Bom dia João.
      A nós não nos interessa que somos jornalistas. Mas à empresa britânica é capaz de interessar. Entre no link que está no artigo e inscreva-se, passando assim a ter acesso às informações da empresa.

  2. Jose Tito Martins

    Se os Ingleses querem que se produzam aqui e porque lhes vai sair + barato… o lucro fica em Inglaterra…

    Em vez de oferecer mao de obra barata aos Ingleses… porque e que nao se reforca a producao nacional… ja que obviamente ha procura internacional… !? Os empregos podem ser exactamente os mesmos, com a diferenca que o lucro ficaria em Portugal e que Inglaterra teria mais dificuldade em vender !?

    Nao estamos a falar de construir fogetoes… Nao deve ser transcendente construir pranchas de surf ! 🙂

    • CarlosCaldeira

      No documento, a empresa inglesa não diz que a produção tem de ser em Inglaterra. Pelo contrário. É mesmo para as pranchas serem produzidas em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.