Início / Agricultura / INE espera redução de produtividade de 5% no milho grão de regadio

INE espera redução de produtividade de 5% no milho grão de regadio

A produtividade do milho grão de regadio foi afectada pela onda de calor de Julho, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE), no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2022.

A colheita do milho para grão de regadio iniciou-se no final de Setembro, confirmando-se a redução de produtividade de 5%, devido principalmente à onda de calor verificada em Julho, que afectou muito a polinização, dizem os técnicos do INE.

E acrescentam que a precipitação de meados de Setembro “foi apenas importante para as searas que estavam na fase do enchimento do grão, sendo que a maior parte dos milhos já se encontrava na fase de maturação”.

De um modo geral, devido às elevadas temperaturas e ao tempo seco registados ao longo do desenvolvimento da espiga, o milho já colhido apresenta baixa humidade, o que, embora reduzindo os custos de secagem, torna o grão mais quebradiço e, consequentemente, de inferior qualidade. realça o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2022.

Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística referem ainda que, algumas áreas de milho que se destinavam à produção de grão foram desviadas para a produção de silagem.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Opinião Confagri. Cooperativismo: um setor para o futuro!

Partilhar              Opinião de Nuno Serra, Secretário-Geral Adjunto da Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas Existe …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.