Início / Agricultura / Indústrias alimentares lideraram vendas de produtos no mercado nacional em 2017

Indústrias alimentares lideraram vendas de produtos no mercado nacional em 2017

As indústrias alimentares continuaram a destacar-se, em 2017, com o maior volume de vendas de produtos para o mercado nacional (8,8 mil milhões de euros, correspondendo a 20,6% do total das vendas da indústria para o mercado nacional e a 79,9% das vendas do sector).

Revela o Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim de Estatísticas da Produção Industrial – 2017 que no ano passado o valor da produção industrial vendida no mercado nacional registou um acentuado aumento de 11,0% (+0,7% em 2016).

Em 2017, o total das vendas de produtos e prestação de serviços na indústria transformadora (divisões 10 a 33, 35 e 38 da CAE Rev.3) atingiu 85,6 mil milhões de euros, representando um aumento nominal de 9,3% face ao ano anterior (+1,3% em 2016).

Tabaco em queda

A indústria do tabaco foi a que contribuiu de forma negativa para a evolução do total da venda de produtos e prestação de serviços em 2017 (-0,1 p.p.). Registou uma nova contracção (-13,8% em 2017, após um decréscimo de 4,7% em 2016), “reflectindo a redução do hábito de consumo deste tipo de produtos”, diz o INE.

Mercados externos

Quanto aos mercados externos, cresceram no seu conjunto 8,0% (+1,4% no ano anterior). O mercado Intra-UE registou um crescimento anual de 6,6%, superior em 3,6 p.p. a 2016, enquanto a produção vendida para o mercado Extra-UE registou um acréscimo significativo de 13,5% (depois de uma contracção de -4,6% em 2016).

Uma vez mais, a fabricação de veículos automóveis destacou-se com o maior montante das vendas para os mercados externos, correspondendo a 6 mil milhões de euros em 2017 (+10,5% face a 2016), que representa 15,2% do total das vendas de produtos para os mercados externos e 79,2% das vendas do sector.

Indústrias alimentares

Acrescenta o Boletim do INE que nas indústrias alimentares, o consumo aparente é de um modo geral, resultado da produção nacional (aproximadamente 80%). Em 2017, o consumo aparente destacou-se positivamente dos anos anteriores, impulsionado pelo aumento da produção.

Nesta actividade, aproximadamente 20% da produção foi destinada à exportação. Neste último ano, o ritmo de crescimento das importações suplantou o das exportações, ao contrário do ano precedente.

No ano passado, o valor da produção vendida da indústria alimentar aumentou 4,6% face ao ano anterior (+2,8% em 2016). Este aumento resultou das vendas para o mercado nacional (+4,2%) e para o mercado Intra-UE (+8,2%), enquanto para o mercado Extra-UE se verificou um ténue acréscimo das vendas de 0,6%.

Pão, o mais vendido

Por outro lado, em 2017, os cinco principais produtos produzidos da indústria alimentar representaram 21,5% do valor da produção vendida. Entre estes, o pão constituiu o principal produto vendido em 2017, gerando 613 milhões de euros e representando 5,6% do total da Divisão.

Os cinco principais produtos desta actividade tiveram aumentos face a 2016, com destaque para a pastelaria com um aumento de 7,2% (+6,9% em 2016).

Pode consultar o Boletim de Estatísticas da Produção Industrial – 2017 aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Crédito Agrícola aposta na descentralização e proximidade com concelho da Póvoa de Varzim

Partilhar              A Caixa de Crédito Agrícola reabriu a sua agência de Balasar, concelho de Póvoa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.