Início / Agricultura / Indústria fitofarmacêutica europeia subscreve Código de Conduta da UE

Indústria fitofarmacêutica europeia subscreve Código de Conduta da UE

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A CropLife Europe, associação que representa a indústria fitofarmacêutica a nível europeu, da qual a portuguesa Anipla — Associação Nacional da Indústria para a Protecção das Plantas é membro, assinou o Código de Conduta de Agribusiness e práticas de Marketing responsáveis.

Este Código de Conduta da UE é um dos primeiros resultados da Estratégia do Prado ao Prato e parte integrante do seu plano de acção. Define as acções que os signatários podem voluntariamente comprometer-se a melhorar e comunicar o seu desempenho de sustentabilidade.

Tendo participado nos trabalhos preparatórios como membro do grupo de trabalho para “Melhorar a sustentabilidade da cadeia de valor alimentar em relação aos produtores primários”, a CropLife Europe actuou como agente activo para a construção de um documento robusto, refere uma nota de imprensa da Anipla.

Compromissos assumidos

Com a assinatura do Código de Conduta a indústria fitofarmacêutica europeia compromete-se a apoiar os objectivos aspiracionais estabelecidos no Código de Conduta; promover e divulgar o Código de Conduta entre os parceiros; encorajar os seus membros a alinharem as suas acções com os objectivos e metas aspiracionais do Código; explorar a possibilidade de desenvolver ferramentas e recursos sectoriais de apoio ao Código; e fornecer, anualmente, um relatório das actividades de apoio ao Código de Conduta.

Os objectivos do Código estão em consonância com os compromissos da CropLife Europe para 2030, que lançou seis compromissos ambiciosos agrupados em três áreas de foco distintas, contribuindo e alinhando com as ambições do pacto Ecológico da UE.

O primeiro, dedicado à inovação e investimento, apoiando a implementação de ferramentas digitais e de precisão, bem como biopesticidas, pretende investir 10 mil milhões de euros em inovação em tecnologias digitais e de precisão até 2030 e investir 4 mil milhões de euros em inovação em biopesticidas até ao mesmo ano.

Economia Circular

No que diz respeito à Economia Circular, a CropLife Europe propõe-se a aumentar a recolha de embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos e biopesticidas e atingir a taxa média de recolha de 75% de embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos e biopesticidas, em todos os Estados-membros até 2025. Além disso quer assegurar que um sistema de recolha de embalagens vazias esteja disponível a 100% em todos os Estados-membros da UE até 2025, expandindo o programa em dois Estados-membros adicionais em cada ano.

Já na protecção de pessoas e do ambiente, no que diz respeito a formas mais direccionadas para proteger as culturas com menos impacto na natureza, a associação que representa a indústria fitofarmacêutica a nível europeu pretende formar 1 milhão de técnicos, multiplicadores e agricultores sobre as melhores práticas de gestão para a protecção de saúde dos agricultores, bem como a protecção da água e do ambiente até 2030.

E para reduzir ainda mais a exposição dos operadores, a Associação europeia disponibiliza tecnologias como os Sistemas Fechados de Transferência (CTS) a 100% dos agricultores e operadores europeus até 2030.

“A indústria fitofarmacêutica europeia está empenhada em tornar a agricultura mais resistente e sustentável, e em impulsionar uma recuperação melhor e mais verde”, garante a mesma nota de imprensa enviada pela Anipla.

Pode conhecer aqui os compromissos da CropLife Europe 2030 e o seu compromisso com o Código de Conduta.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cuidado com a queima de sobrantes florestais. GNR identifica homem de 78 anos por incêndio em Vila Real

Partilhar              O Comando Territorial de Vila Real da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.