Início / Featured / Inaugurado porto da Ilha do Maio, em Cabo Verde, apara impulsionar conectividade e crescimento verde

Inaugurado porto da Ilha do Maio, em Cabo Verde, apara impulsionar conectividade e crescimento verde

O governo de Cabo Verde, a União Europeia (UE) e o Banco Africano de Desenvolvimento, juntamente com alguns membros da Equipa Europa (França, Luxemburgo, Portugal e Espanha), o Banco Europeu de Investimento (BEI) e o banco alemão de desenvolvimento KfW inauguraram hoje, 7 de Setembro, um porto modernizado na Ilha do Maio.

A iniciativa inscreve-se num projecto mais vasto de alargamento das infra-estruturas portuárias e de promoção do desenvolvimento económico sustentável do arquipélago de Cabo Verde, refere uma nota de imprensa da Comissão Europeia.

Esta infra-estrutura portuária faz parte integrante de um dos corredores de transporte estratégicos de África que a UE pretende apoiar. Trata-se de “um exemplo claro do tipo de investimentos sustentáveis nos países parceiros que a UE está a impulsionar no âmbito da estratégia Global Gateway”, acrescenta a mesma nota.

O porto facilitará o transporte de passageiros e de carga ao longo do corredor estratégico Praia-Dacar-Abidjã e aumentará significativamente o potencial da reserva de biosfera da Ilha de Maio designada pela ONU em termos de turismo respeitador do ambiente e crescimento inclusivo.

Para a Comissária Europeia responsável pelas Parcerias Internacionais, Jutta Urpilainen, “o dia de hoje constitui um marco importante em termos da melhoria do acesso à bela Ilha do Maio e ao seu ecossistema único. Em sintonia com a Global Gateway, este investimento estratégico nas infra-estruturas portuárias e o apoio prestado pela Equipa Europa aos serviços públicos, nomeadamente em matéria de conservação do ambiente, permitem à comunidade local tirar melhor partido do seu potencial de crescimento verde. Cabo Verde poderá acolher um número cada vez maior de turistas, garantindo simultaneamente as mais elevadas normas ambientais e sociais necessárias para assegurar benefícios duradouros”.

“Visão estratégica de Cabo Verde”

Já o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, afirmou que “a inauguração deste porto reflecte a visão estratégica de Cabo Verde para o futuro e assinala o início de uma nova era para a Ilha do Maio, aproximando-a das outras ilhas do arquipélago e do resto do Mundo”.

“Esta infra-estrutura inscreve-se na estratégia de unificação do mercado nacional, que coloca a nossa condição arquipelágica no centro das prioridades de desenvolvimento. Contribuirá para estimular a economia da ilha, atraindo investimentos privados, promovendo a mobilidade e o emprego, aumentando os rendimentos e melhorando as condições de vida de forma a proporcionar aos nossos jovens um futuro melhor” acrescenta Ulisses Correia e Silva.

Adianta a mesma nota de imprensa da Comissão que a inauguração do porto de Maio “contribui de forma significativa para impulsionar o turismo, marcando o início de uma nova era de desenvolvimento económico. A Ilha do Maio passará a beneficiar de uma melhor conectividade com Santiago, onde se situa a capital do arquipélago, com as outras ilhas do arquipélago e com os aeroportos e os corredores internacionais”.

Ampliação e modernização do porto

A ampliação e modernização do porto, cuja reabilitação teve início em 2019, representa um elemento fundamental de um projecto de financiamento misto no valor de 42 milhões de euros co-financiado pela União Europeia (17 milhões de euros), pelo Banco Africano de Desenvolvimento (17,8 milhões de euros) e pelo Governo de Cabo Verde (7,2 milhões de euros), que inclui igualmente obras de menor dimensão no porto da Ilha do Sal e medidas de acompanhamento destinadas a reforçar os serviços municipais na Ilha do Maio.

A UE e os seus Estados-membros, incluindo o Luxemburgo, a Espanha e Portugal, continuam a apoiar o crescimento verde inclusivo na Ilha de Maio, investindo em instalações de dessalinização à base de energias renováveis, na formação profissional, nas pequenas empresas e nos serviços municipais, incluindo os serviços de gestão de resíduos.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Orçamento Participativo dos Açores tem 32 propostas vencedoras

Partilhar              A edição de 2022 do Orçamento Participativo dos Açores (OP Açores) contou com mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.