Início / Agricultura / IL defende Plano Nacional de Regadios mais abrangente. Projecto Tejo deve “ser rapidamente avaliado”

IL defende Plano Nacional de Regadios mais abrangente. Projecto Tejo deve “ser rapidamente avaliado”

A Iniciativa Liberal (IL) defende o lançamento de um Plano Nacional de Regadios para o País “mais abrangente, considerando os vários projectos de potencial elevado impacto em particular o Projecto Tejo, o qual deverá ser rapidamente avaliado”. E quer a “aceleração das obras de regadio já aprovadas e financiadas por verbas do PDR 2020, como é o caso do Mondego e da obra do Aproveitamento Hidroagrícola do Xévora (Campo Maior)”.

Segundo o programa eleitoral da IL para as legislativas de 30 de Janeiro, deverá, no entanto, aumentar-se “a exigência de boa gestão de recursos hídricos no Plano Nacional de Regadios, realizando as devidas Avaliações Ambientais Estratégicas, e considerando uma gama de soluções para armazenamento de água mais abrangentes, inovadoras e sustentáveis, a reutilização de águas tratadas, assim como o investimento em sistemas que permitam uma utilização mais racional da água (por exemplo, instalação de sistemas de rega colectivos eficientes).

Para a IL, deverá existir a “definição de uma estratégia para o regadio que contemple as vertentes de gestão, utilização eficiente e armazenagem da água, fundamental para a gestão sustentável deste recurso escasso, assim como para a promoção da competitividade e da resiliência climática da nossa agricultura e território”.

Promoção de regadio

Explica a Iniciativa Liberal no seu programa eleitoral que “a promoção de regadio passa pela compatibilização da utilização de um recurso escasso e valioso, que deve ser usado de forma racional, com a promoção de actividades económicas com elevado valor social e territorial”.

Por outro lado, refere que, a adopção do regadio “tem ainda a vantagem de potenciar aumentos substanciais da rentabilidade da agricultura (e da sua estabilidade), empregando mais trabalhadores por hectare e contribuindo para a sobrevivência económica de muitos pequenos agricultores”.

Segundo programa eleitoral da IL, “ao reduzir custos de produção – a água é mais barata e a produção superior – e necessidades logísticas, contribui para o desenvolvimento da indústria alimentar. Assim, o investimento no regadio permite reduzir o abandono do território”.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Açores recebem certificação de bem-estar animal Welfare Quality

Partilhar              O secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura, afirmou esta terça-feira na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.