Início / Agricultura / ICNF: regeneração de pinheiro-bravo nas Dunas de Ovar apresenta resultados positivos

ICNF: regeneração de pinheiro-bravo nas Dunas de Ovar apresenta resultados positivos

O ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas informa que os processos de regeneração de pinheiro-bravo iniciados em 2016 no Perímetro Florestal das Dunas de Ovar “estão a apresentar resultados muito positivos”.

“As duas parcelas que foram objecto de intervenção evidenciam hoje uma abundante regeneração em densidade de pinheiro-bravo, com os exemplares a apresentarem – tal como esperado – uma boa adaptabilidade e bons crescimentos anuais. Esta avaliação permite concluir que a estratégia adoptada para esta regeneração se revelou adequada, atingindo com sucesso os objectivos propostos”, refere um comunidado do ICNF.

O pinheiro-bravo (Pinus pinaster) é a espécie predominante na ocupação do Perímetro Florestal das Dunas de Ovar, apresentando-se globalmente em estado adulto, com uma idade acima de 60 anos, aproximando-se assim do seu termo de explorabilidade.

Perante este contexto, e com o intuito de rejuvenescer o perímetro florestal numa óptica de floresta auto-regenerável, está prevista a execução gradual de cortes finais, que fomentem uma silvicultura adaptativa, obviando à decrepitude esperada dos povoamentos, com o aumento potencial de problemas fitossanitários e da diminuição de resistência física do arvoredo.

Este processo foi iniciado no ano de 2016, com o corte final de duas parcelas, em Cortegaça (em 6,84 ha) e em Maceda (7,26 há). Cumprindo os prazos de avaliação para o potencial de regeneração natural e definição das técnicas de intervenção – estipulados em cerca de 4 a 5 anos –, é “já possível verificar em ambos os casos uma abundante regeneração em densidade”.

“O calendário e tempo das operações mostrou-se assim adequado”, realça o ICNF. Numa fase inicial, “foi importante a manutenção da vegetação espontânea constituída por matos, a qual protege o solo e as jovens plantas dos ventos e influência marítima, das temperaturas excessivas e geadas. Realce ainda para as técnicas usadas visando a devida condução futura dos povoamentos de pinheiro-bravo, com recurso a meios mecânicos do ICNF”, complementados com o Serviço Público de Equipas de Sapadores Florestais.

Complementarmente, vão iniciar-se a curto prazo os trabalhos de intervenção na rede secundária de faixas de gestão de combustível da responsabilidade do ICNF.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Município do Seixal no TOP 3 da recolha de óleos alimentares usados de origem doméstica

Partilhar              O concelho do Seixal é um dos três concelhos do País, juntamente com os municípios …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.