Início / Agenda / ICES Science Day mostra como funciona Conselho Internacional para a Exploração do Mar

ICES Science Day mostra como funciona Conselho Internacional para a Exploração do Mar

O ICES Science Day realiza-se no próximo dia 7 de Junho, no IPMA-Algés, com o objectivo de divulgar a nível nacional como funciona e trabalha o Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES), apresentar o plano de Ciência e esclarecer dúvidas relativas aos benefícios da participação na Comunidade ICES.

Por outro lado, o encontro pretende discutir a abordagem para Portugal beneficiar de uma maior participação e identificar quais os mecanismos financeiros e/ou outros poderão existir de modo a assegurar uma melhor participação nesta organização transatlântica.

Reunir comunidade científica

Fonte institucional do PMA — Instituto Português do Mar e da Atmosfera diz esperar poder reunir toda a comunidade científica portuguesa que desenvolve a sua actividade na área do mar, bem com todas as partes interessadas no trabalho desenvolvido pelo ICES.

Pode participar e inscrever-se nesta reunião enviando um email para ipma.ices@ipma.pt.

O ICES

O Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) é uma organização inter-governamental de ciências marinhas que utiliza dados científicos para emitir pareceres sobre o estado e o uso sustentável do Atlântico Norte.

O seu objectivo é desenvolver e partilhar informação científica sobre os ecossistemas marinhos e os serviços a eles associados, para gerar aconselhamento imparcial de modo a conservar, gerir e manter sustentáveis os mares e oceanos comuns.

Representa uma rede de 20 países membros, incluindo Portugal, que integra mais de 5.000 cientistas de mais de 700 institutos marinhos, dos quais, 1.500 cientistas participam anualmente nas suas actividades.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Luís Montenegro: “Governo não quer resolver os problemas da agricultura”

Partilhar              O líder do Partido Social Democrata (PSD) acusa o Governo de “falta de vontade política” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.