Início / Apoios e Oportunidades / Apoios Comunitários / Hotelaria e restauração: “aumento de restrições exige maior celeridade no apoio às empresas”

Hotelaria e restauração: “aumento de restrições exige maior celeridade no apoio às empresas”

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A AHRESP — Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal defende a “urgente disponibilização das medidas anunciadas pelo Governo no início de Dezembro de 2020”.

Em comunicado a Associação explica que “o urgente acesso a estes apoios por parte das empresas torna-se ainda mais importante, face à renovação de restrições à actividade económica e à circulação de pessoas”. Conforme referido pelo primeiro-ministro, António Costa, “se a evolução da pandemia não regredir nos próximos dias, terão de ser aplicadas medidas ainda mais restritivas, o que irá agravar o já muito debilitado estado financeiro das nossas empresas”.

Novo inquérito em curso

No seu último Boletim Diário, a AHRESP realça ainda que, na sequência dos seus inquéritos mensais, encontra-se a decorrer novo processo de inquirição relativo ao mês de Dezembro, para actualizar o ponto de situação das actividades do alojamento turístico e da restauração e bebidas.

Este inquérito será efectuado em conjunto com a empresa Nielsen, entidade internacional de estudos de mercado, e que será responsável pelo tratamento dos resultados.

A Associação relembra que a participação é da “maior relevância para que possamos dispor de informação detalhada sobre as preocupações actuais e perspectivas futuras, por forma a podermos actuar junto do Governo através da defesa de medidas que ajudem a ultrapassar esta fase tão difícil”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Empresa polaca procura fabricantes de fertilizantes minerais

Partilhar            Uma empresa polaca, especializada no fabrico e venda de fertilizantes, está à procura de fabricantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.