Início / Agricultura / Herdade do Cebolal volta a colocar vinho no fundo do mar. 250 garrafas ao largo de Sines

Herdade do Cebolal volta a colocar vinho no fundo do mar. 250 garrafas ao largo de Sines

É já no próximo dia 20 de Maio que o produtor Luís Mota Capitão, Enólogo Residente da Herdade do Cebolal, volta a colocar no fundo do mar, ao largo de Sines, 250 garrafas, que vão estagiar no Oceano Atlântico a uma profundidade de 20 metros durante 12 meses. 137 garrafas Cebolal Emerso tinto 2019 feito da casta Castelão e 113 garrafas Cebolal Emerso branco 2020 feito das Castas, Roupeiro, Manteúdo e Arinto.

Pelas 10 horas está agendado o encontro da equipa que tornará possível a “operação Cebolal emerso” com início agendado para 10h30 e uma duração aproximada de 2 horas na Marina de Sines onde serão colocadas cerca de 220 garrafas.

O Cebolal emerso já está disponível para reserva através da página do parceiro oficial tintocao.com.

O vinho do Mar fermentou em lagar de barro terminando o seu estágio em cuba.

A ondulação do mar, a fauna e a flora marítimas, irão “criar uma obra que é única. Emerso revela-se-nos assim como objecto artístico, numa colaboração poética da techné humana e da natureza”, garante o produtor.

Herdade do Cebolal

A Herdade do Cebola fica localizada no litoral alentejano, no extremo Sul da região demarcada Península de Setúbal, junto à aldeia de Vale das Éguas e a cerca de 17 Km de Santiago do Cacém – Alentejo Litoral. O clima desta região é mediterrâneo moderado frio, contribuindo para uma terroir único.

A propriedade é constituída por uma área de montado de sobro e por uma zona de encostas viradas a Sul, onde desde sempre existiram vinhas plantadas desde meados do Séc. XIX. Desta forma, tradicionalmente e ao logo dos tempos, a Herdade do Cebolal é conhecida na região pela qualidade do seu vinho.

A Herdade é constituída por 23 hectares de vinha com videiras com idades entre os 3 e os 25 anos — 10 ha são vinhas de castas brancas e 13 ha de castas tintas.

As castas nacionais tintas são o Castelão, Aragonês, Touriga Nacional e Alicante Bouchet e as brancas são o Fernão Pires, Roupeiro, Arinto, Antão Vaz e Encruzado. As castas internacionais tintas são o Syrah, Petit Verdot, Merlot e Cabernet Sauvignon e as castas brancas são o Semillon e Sauvignon Blanc.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PSD: revisão do valor patrimonial tributário dos prédios rústicos vai penalizar áreas superiores a 50 ha?

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata (PSD) quer saber se o Governo confirma a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.