Início / Agricultura / Herbicidas com desmedifame proibidos. Usados em beterraba sacarina

Herbicidas com desmedifame proibidos. Usados em beterraba sacarina

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os herbicidas com a substância activa desmedifame estão proibidos. A decisão é da Comissão Europeia e o Regulamento entra em vigor no dia 1 de Julho de 2019. As suas utilizações aplicavam-se principalmente na cultura de beterraba sacarina.

Trata-se de um composto suspeito de ser cancerígeno e mutagénico, através de produtos de origem animal.

Assim, a DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária irá proceder ao cancelamento das autorizações de venda de produtos fitofarmacêuticos contendo desmedifame, não podendo estes ser utilizados após a data de 1 de Julho de 2020.

Este herbicida é também utilizado em culturas forrageiras.

Elevado risco

Além disso, acrescenta a DGAV, foi identificado um elevado risco derivado da exposição a longo prazo para diferentes grupos de mamíferos, excluindo mamíferos insectívoros, em todas as utilizações representativas, mesmo quando o padrão de utilização inclui apenas uma aplicação, e, um elevado risco a longo prazo para aves, nas utilizações representativas em beterraba sacarina/forrageira, quando o padrão de utilização inclui duas ou três aplicações de desmedifame.

Além disso, não foi possível terminar a avaliação das propriedades de desregulação endócrina da substância, com base nas informações disponíveis.

Pode consultar o Regulamento de execução (UE) 2019/1100 da Comissão de 27 de Junho de 2019, aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Apormor repudia intenção do Governo de criar uma Direcção-Geral dependente do Ambiente para a sanidade e bem-estar animal

Partilhar            A Apormor — Associação de Produtores do Mundo Rural da Região de Montemor-o-Novo associa-se a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.