Início / Agenda / Há oportunidades de negócio na Suíça. Aicep diz quais em Lisboa e Porto

Há oportunidades de negócio na Suíça. Aicep diz quais em Lisboa e Porto

A Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal está a organizar o ABC Mercado Suíça, com o objectivo de dar a conhecer as oportunidades de negócio que aquele mercado oferece às empresas portuguesas e as estratégias de abordagem mais eficazes para a concretização de negócios.

O evento que conta com duas sessões, uma no Porto a 10 de Maio no Auditório da APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, e outra em Lisboa, a 11 de Maio, no Auditório da Aicep. As duas contam com a presença do director da Aicep em Berna, Miguel Crespo.

As inscrições podem ser feitas até 9 de Maio, aqui.

Nas duas sessões, serão abordadas, numa perspectiva multi-sectorial, “questões de interesse para as empresas portuguesas que pretendam iniciar, desenvolver ou potenciar negócios com a Suíça”, explica fonte da Aicep, que garante que a Suíça “é um mercado significativo para o comércio internacional”, pois “tem um mercado interno homogéneo de 8 milhões de consumidores com um poder de compra inigualável”, é um “mercado global, onde estão localizadas as sedes de inúmeras multinacionais que têm vindo a incorporar, de forma crescente, bens e serviços produzidos em Portugal” e é o mercado de “validação da qualidade dos produtos e serviços mais cobiçado mundialmente”.

Porquê a Suíça?

A Aicep explica que a Suíça “figura consecutivamente entre as economias mais desenvolvidas do mundo, com um alcance político, económico e científico verdadeiramente global, apesar da sua reduzidíssima dimensão geográfica e populacional” e que “o mercado de consumo é apetecível pelo elevado poder de compra, mas desafiante pela fidelização do consumidor a um número restrito de marcas e apetência por bens de origem italiana, alemã e francesa”.

Segundo a organização do evento, Portugal tem um superavit crónico com a Suíça, para onde as exportações alcançaram 1.500 milhões de euros, dos quais dois terços em serviços, e muito pouco em marcas de consumo. “O potencial não se esgotou, cometendo-se a Portugal o desafio de afirmação como parceiro de confiança em nearshoring, e, para as empresas portuguesas, de conquista de espaço num mercado altamente disputado por valia e rigor”.

“A Suíça apresenta-se assim como um mercado de oportunidades para as empresas em quase todos os sectores de actividade, salvaguardando os elevados padrões de exigência e qualidade que caracterizam a procura suíça”, realça a Aicep. E adianta que, desde “a marca alimentar com um packaging apelativo, passando pelos objectos de decoração com design e qualidade de construção, e culminando em consumíveis hospitalares com I&D próprio, para já não falar em soluções inovadoras em TICs”, tudo são oportunidades. “Não vale a pena competir em preço, porquanto o enfoque de diferenciação está no maior valor acrescentado da oferta e na garantia de serviço”, realça a Aicep.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 13 a 19 Junho 2022

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Cereais Outono-Inverno Esta semana foi dada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.