Início / Agricultura / GS1 Portugal e FIPA fazem formação sobre requisitos legais da rotulagem alimentar

GS1 Portugal e FIPA fazem formação sobre requisitos legais da rotulagem alimentar

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A GS1 Portugal – Codipor, entidade responsável pela introdução do código de barras em Portugal, em parceria com a FIPA — Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares vai realizar uma formação sobre “Construção do rótulo: Requisitos legais para a venda tradicional e online”, no próximo dia 19 Novembro 2019.

Esta formação de 7 horas, terá lugar nas instalações da GS1 Portugal, no Campus do Lumiar, em Lisboa, e destina-se a quadros médios e superiores de empresas do sector agro-alimentar das áreas de qualidade, investigação e desenvolvimento, marketing, comercial, compras e produção.

A informação do rótulo é fundamental para a decisão de compra do consumidor. Por isso esta formação conta com casos práticos que permitirão conhecer melhor os requisitos legais e as vantagens associadas à rotulagem, sem esquecer a importância da qualidade e da correta sincronização dos dados.

Inscrições

As inscrições estão já abertas e têm um custo de 95 euros para associados GS1 Portugal e de 190 euros para não associados. Pode fazer a inscrição online aqui.

Programa

  • O que é obrigatório rotular nos alimentos pré-embalados? E não pré-embalados?
  • As obrigações dos operadores económicos
  • A qualidade de dados
  • Rede global de sincronização de dados – GDSN e Sync PT
  • Serviço Validata
  • Exercícios práticos

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo inaugurado no navio Gil Eannes

Partilhar            O Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo foi inaugurado na ré do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.