Início / Agenda / Grupo de acompanhamento das cadeias de abastecimento alimentar tem 1ª reunião a 22 de de Novembro

Grupo de acompanhamento das cadeias de abastecimento alimentar tem 1ª reunião a 22 de de Novembro

A primeira reunião do Grupo de Acompanhamento e Avaliação das Condições de Abastecimento de Bens nos Sectores Agroalimentar e do Retalho em Virtude das Dinâmicas de Mercado, vai realizar-se no próximo dia 22 de Novembro, em Lisboa, no Ministério da Economia e Transição Digital.

A reunião, que arrancará pelas 11 horas, será presidida pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, que será acompanhado pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, e o secretário de Estado das Infra-estruturas, Jorge Delgado.

A constituição deste Grupo de Acompanhamento surge depois do Governo ter verificado “perturbações nas cadeias de abastecimento, as quais podem gerar impactos adversos na importação e distribuição de certos produtos e matérias-primas, à escala global, não se afigurando como um assunto exclusivo do nosso País”, segundo o Despacho n.º 11220-A/2021, de 15 de Novembro.

O Executivo destaca ainda que os períodos de aumento dos consumos a nível mundial, designadamente quanto à procura particular de determinados bens e serviços, tendem a seguir um padrão de sazonalidade com expressão durante a presente época e que foram consultadas associações representativas de vários sectores, entendendo o Governo que a “situação exige cuidada monitorização, por forma a antecipar eventuais situações que interfiram no abastecimento regular de bens”.

“Constituem áreas de intervenção onde aquelas necessidades se fazem sentir com particular premência a agricultura, a agroindústria, o retalho e a logística”, acrescenta o Despacho.

Objectivos

O Grupo de Trabalho tem como objectivos avaliar e acompanhar as condições de abastecimento de bens nos sectores agroalimentar e do retalho cujas dinâmicas de mercado sejam influenciadas pelo contexto global, designadamente ao nível dos stocks de matérias-primas assim como avaliar e acompanhar os níveis de reserva e armazenamento daqueles bens.

Por outro lado, pretende acompanhar a execução dos contratos de fornecimento, nacionais e internacionais, daqueles bens e delinear, a título antecipatório, eventuais oportunidades de intervenção destinadas a manter ou restabelecer as normais condições de abastecimento.

Um primeiro relatório de avaliação do contexto actual, deverá ser apresentado até 30 de Novembro de 2021.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Produtores de leite da Póvoa de Varzim em risco de falência pedem para serem pagos ao preço mínimo de 38 cêntimos/litro

Partilhar             more  Caso não exista um aumento do preço do leite a breve prazo, toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.