Início / Agricultura / Gripe Aviária já levou ao abate de 16 milhões de aves em França
Foto: Pascal Xicluna/agriculture.gouv.fr

Gripe Aviária já levou ao abate de 16 milhões de aves em França

A Gripe Aviária, desde a identificação do primeiro foco da doença em Novembro, já levou ao abate de 16 milhões de aves em França, informou o Ministério da Agricultura francês, garantindo que “o pico da epidemia foi ultrapassado no final de Março”.

Desde o primeiro caso registado no Norte de França no final de Novembro, 1.364 explorações foram contaminadas pelo vírus, incluindo 857 surtos registados em Vendée e nos departamentos vizinhos, onde as autoridades esvaziam as explorações através do abate em massa de animais doentes, e também dos saudáveis como medida preventiva.

A maioria dos focos de gripe aviária permanecem confinadas ao Sudoeste francês, em particular em explorações de patos destinadas à produção de foie gras. No ano passado, cerca de 500 surtos foram registados e 3,5 milhões de animais, principalmente patos, abatidos.

Mas, pela primeira vez, aves selvagens contaminaram explorações este ano durante a sua migração de países do Sul, o que levou a uma segunda vaga da doença, que está a chegar ao fim.

Portugal

Em Portugal, a partir da segunda metade do mês de Março deste ano verificou-se uma melhoria gradual da situação epidemiológica de Gripe Aviária, com uma diminuição do número de focos notificados no território da União Europeia, o que permitiu à DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária alterar as medidas de prevenção instituídas para a prevenção da Gripe Aviária de Alta Patogenicidade (GAAP).

Assim, explica a DGAV, as medidas de confinamento geral impostas às aves domésticas deixam de ser aplicáveis à totalidade do território continental, pese embora as aves de capoeira e aves em cativeiro detidas em estabelecimentos localizadas nas zonas de “alto risco” (consultar o mapa do Aviso n.º 18 da GAAP) devem permanecer confinadas aos respectivos alojamentos, de modo a impedir o seu contacto com aves selvagens e cumprir com rigor as medidas de biossegurança e higiene estabelecidas.

A gripe aviária é uma doença infecciosa viral que atinge aves selvagens, de capoeira e outras aves mantidas em cativeiro.

As infecções por vírus da gripe aviária apresentam-se em duas formas, os vírus de baixa patogenicidade provocam apenas sinais ligeiros de doença, enquanto os vírus de alta patogenicidade provocam mortalidade muito elevada, especialmente nas aves de capoeira, com um impacto importante na saúde das aves domésticas e selvagens, bem como na produção avícola, uma vez que constitui motivo de suspensão da comercialização de aves vivas e seus produtos nas zonas afectadas.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Crédito Agrícola aposta na descentralização e proximidade com concelho da Póvoa de Varzim

Partilhar              A Caixa de Crédito Agrícola reabriu a sua agência de Balasar, concelho de Póvoa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.