Início / Agricultura / Governo dos Açores majora ajuda à armazenagem dos queijos de São Jorge

Governo dos Açores majora ajuda à armazenagem dos queijos de São Jorge

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O secretário Regional da Agricultura e florestas, João Ponte, afirmou que o Governo dos Açores vai majorar a ajuda à armazenagem dos queijos de São Jorge.

A majoração desta ajuda do POSEI “justifica-se pela importância determinante que a produção de leite e de queijo assume, através da sua dinâmica exportadora, como principal actividade económica, com a criação de riqueza e de trabalho na Ilha de São Jorge”,refere um comunicado do Executivo açoriano.

Esta medida insere-se na estratégia do Governo dos Açores para a “sustentabilidade da agropecuária e crescimento económico da fileira do leite na ilha de São Jorge, que dispõe de grande apetência natural e condições ímpares para a produção de leite”.

Duas centenas de produtores de leite

A Ilha de São Jorge conta com cerca de duas centenas de produtores de leite, responsáveis pela produção de quase 30 milhões de litros anuais.

De acordo com uma portaria publicada esta semana em Jornal Oficial, o pagamento da ajuda à armazenagem privada de queijos passa a ser de cinco cêntimos por dia para a Ilha de São Jorge e de quatro cêntimos por dia para os queijos produzidos nas restantes ilhas.

A ajuda à armazenagem privada de queijo da “Ilha” e “S. Jorge” é uma medida de apoio a actividades económicas tradicionais essenciais no sector de produtos lácteos, sendo concedida aos operadores económicos que queiram armazenar a produção.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Junho: Centro de Competências do Sobreiro e da Cortiça faz questionário anual a investigadores

Partilhar            O inquérito dedicado à Investigação e Desenvolvimento realizados nas temáticas do sobreiro, montado e cortiça …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.