Início / Agricultura / Governo dos Açores cria grupo operacional para acompanhar implementação do Plano de Desenvolvimento da Fruticultura

Governo dos Açores cria grupo operacional para acompanhar implementação do Plano de Desenvolvimento da Fruticultura

O secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, criou um grupo operacional para acompanhar a implementação do Plano de Desenvolvimento da Fruticultura nos Açores, tendo em vista a dinamização deste sector com grande potencial de crescimento na Região.

O despacho publicado hoje, 1 de Outubro,  em Jornal Oficial define que este grupo operacional funciona na dependência directa do secretário Regional da Agricultura e Florestas, integrando os directores regionais da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, bem como representantes da Federação Agrícola e da Universidade dos Açores.

Membros sem remuneração

A participação nas reuniões ou em quaisquer outras actividades do grupo não confere aos seus representantes o direito a qualquer tipo de remuneração. O apoio logístico e administrativo necessário ao funcionamento do grupo é assegurado pela Secretaria Regional da Agricultura e Florestas.

O Plano de Desenvolvimento da Fruticultura nos Açores, aprovado recentemente em Conselho de Governo, constitui “uma ferramenta de apoio vital para a adopção das melhores políticas públicas, já que define um conjunto de 46 medidas concretas, tendo em vista garantir o desenvolvimento deste sector e a valorização das suas produções”, refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano.

Plano Regional de Desenvolvimento da Fruticultura

O Profruta — Plano Regional de Desenvolvimento da Fruticultura, concebido para os próximos seis anos, contempla vários eixos de actuação, abrangendo todas as ilhas, que vão desde a formação aos mercados, passando pelo reforço da investigação e desenvolvimento, organização de produção e apoios públicos.

A partir do conteúdo do Profruta a Secretaria Regional de Agricultura e Florestas (SRAF) poderá elaborar as perspectivas e os prognósticos para a fruticultura açoriana, compreendendo a avaliação de cenários e a proposição de acções de médio e longo prazo que permitem a tomada de decisões assente em seis principais áreas estratégicas:

  • Legislação e Obrigações Legais e Apoios para a actividade frutícola;
  • Investigação, Experimentação, Formação, Desenvolvimento e Inovação;
  • Protecção Vegetal;
  • Produção Frutícola;
  • Cadeia Produtiva, Gestão da Qualidade e Agro-Industrialização;
  • Comercialização, Promoção e Marketing das Frutas.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Próximo Orçamento dos Açores vai ter apoios para experimentação no agroalimentar

Partilhar              O secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural dos Açores anunciou hoje, 27 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.