Início / Featured / Governo dos Açores anula concurso para construção de navio e direcciona 48,2 M€ para saúde, emprego e economia

Governo dos Açores anula concurso para construção de navio e direcciona 48,2 M€ para saúde, emprego e economia

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Conselho do Governo dos Açores anulou o concurso público internacional para a concepção e construção de um navio de transporte de passageiros e viaturas e decidiu direccionar o respectivo montante para o reforço do financiamento da saúde e das medidas de apoio ao emprego e à dinamização da economia na Região.

“Julgo que é evidente para todos que as prioridades são hoje diferentes e urgentes. Assim, fazemos o que é preciso fazer para garantir todos os recursos possíveis para as áreas da saúde, reforçando os meios para o combate à pandemia de Covid-19, para os programas de apoio ao emprego e para as medidas direccionadas para a sustentação da nossa economia, nesta fase desafiante em que nos encontramos”, salientou o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro.

A decisão foi tomada pelo Executivo açoriano na reunião convocada pelo presidente do Governo que decorreu esta tarde por videoconferência.

Redireccionar apoios

Na prática, esta decisão vai permitir, ao abrigo da abertura manifestada pela Comissão Europeia, direccionar 41 milhões de euros de fundos comunitários, bem como os restantes 7,2 milhões de euros de comparticipação regional referente a este investimento, para as medidas implementadas pelo Governo destinadas a reforçar o investimento na saúde, assim como para apoiar o emprego e as empresas e para a dinamização da economia regional, face à situação que se vive na Região derivada da pandemia de Covid-19.

O concurso público internacional previa a concepção e construção de um navio ‘ro-ro’ com capacidade para transportar 650 passageiros e 150 viaturas.

“O Governo dos Açores agradece a colaboração do Juiz Conselheiro do Tribunal de Contas, jubilado, José Manuel Monteiro da Silva, do dr. Luís Filipe Melo, do professor do Instituto Superior Técnico, Manuel Ventura, do Capitão da Marinha Mercante, João Frade, e do Coordenador da Estrutura de Implementação do Plano Integrado dos Transportes (EIPIT), José Augusto de Sousa Gomes, membros do júri do concurso agora anulado”, diz um comunicado do Executivo açoriano.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Agromeeting da Espaço Visual debate sucesso externo do kiwi. Inscrição gratuita

Partilhar            A Espaço Visual — Consultores de Engenharia Agronómica vai realizar no dia 4 de Junho, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.