Início / Agricultura / Madeira nega desinteresse por agricultores do Porto Santo e salienta aposta no apoio

Madeira nega desinteresse por agricultores do Porto Santo e salienta aposta no apoio

O movimento de independentes Mais Porto Santo disse que o Executivo liderado por Miguel Albuquerque “não quer saber dos agricultores” e queixa-se do custo dos transportes de mercadorias (ver aqui). O Governo Regional da Madeira já reagiu em comunicado.

E diz que dizer que o Governo Regional tem um “comportamento abusivo e desonesto” em relação aos agricultores porto-santenses “é manifestamente não conhecer a realidade local”.

Acrescenta o comunicado que, pelo contrário, “tem proporcionado passagens mais baratas no inverno diminuindo a sazonalidade do Porto Santo” e que “desencadeou meios para que o avião cargueiro pudesse operar no Porto Santo aquando a ausência do Lobo Marinho em Janeiro”.

E destaca que os produtos produzidos pelos agricultores da ilha do Porto Santo “são maioritariamente consumidos pela hotelaria local, fruto de um protocolo assinado”.

Reactivado o apoio técnico à ilha

“O Governo Regional orgulha-se do permanente contacto com os agricultores porto-santenses. Nesta legislatura foi reactivado o apoio técnico à ilha do Porto Santo num contacto de proximidade com os agricultores para que conheçam novas técnicas e que possam obter mais qualidade e rendimento através dos produtos singulares desta ilha”, frisa o documento enviado à imprensa.

Paralelamente, acrescenta a mesma fonte, “tem existido uma aposta sem precedentes na agricultura biológica e vários ensaios em diversas culturas para que possa haver uma maior diversificação de produtos, tirando proveito das condições únicas do Porto Santo”.

Aposta na apicultura

Por outro lado, o Executivo liderado por Miguel Albuquerque frisa que a apicultura, foi “reactivada em 2016 fruto dos esforços entre a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas e a Direcção Regional para a Administração Pública local”.
O comunicado relembra ainda que, juntamente com o município “tem distribuído raticida para por fim a uma praga de ratos que vinha preocupando os agricultores. Esta acção ainda se mantém”.

Já no sector do mar, o Governo da Madeira garante que será feito um investimento na ordem dos 150 mil euros na reabilitação da lota do Porto Santo.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

PAN defende renaturalização e interdição da caça no Parque Natural da Serra da Estrela

Partilhar              A deputada única do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, Inês de Sousa Real, entregou na Assembleia da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.