Início / Apoios e Oportunidades / Apoios Comunitários / Governo acciona Fundo Solidariedade da UE para apoio aos prejuízos do furacão Lorenzo nos Açores

Governo acciona Fundo Solidariedade da UE para apoio aos prejuízos do furacão Lorenzo nos Açores

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Ministério do Planeamento está a ultimar, em cooperação com o Governo Regional dos Açores, o pedido de apoio ao Fundo Solidariedade da União Europeia (FSUE), a propósito dos prejuízos provocados pelo furacão Lorenzo naquela Região Autónoma.

“O pedido será entregue em Bruxelas durante a próxima semana, após a conclusão dos necessários estudos de apuramento dos prejuízos”, revela uma nota de imprensa do Gabinete do Ministro do Planeamento.

Apoio pode chegar aos 8 milhões

Segundo a legislação europeia, o FSUE pode suportar até 2,5% dos prejuízos apurados, estimando-se que o apoio possa rondar os 8 milhões de euros para comparticipação de custos previstos de 330 milhões.

De acordo com o compromisso assumido pelo Governo da República, o essencial do esforço será suportado pela solidariedade nacional que assegurará 85% do total dos recursos necessários.

Recorde-se que o presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, anunciou a 21 de Outubro, que o Governo da República vai assumir 85% dos cerca de 330 milhões de euros de prejuízos resultantes da passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, o que demonstra a “assumpção, sem reservas, do dever de solidariedade nacional para com a Região”.

“Há, da parte do Governo da República, e como havia sido solicitado, uma participação clara no esforço financeiro de recuperação destes estragos, assumindo uma quota correspondente a 85% e ficando a Região com 15% do esforço para recuperar o conjunto de infra-estruturas” atingidas pela tempestade, afirmou Vasco Cordeiro.

Segundo disse, também como tinha sido solicitado pelo Executivo açoriano, o Governo de António Costa vai avançar com o processo de aprovação de um decreto-lei para agilizar os procedimentos relativos à contratação pública necessária à recuperação das infraestruturas atingidas, com a salvaguarda da transparência e da concorrência em termos dessa contratação.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

GNR identifica dois homens por incêndio florestal em Cantanhede. Fogo provocado por rebarbadoras

Partilhar            A GNR — Guarda Nacional Republicana informa que o Comando Territorial de Coimbra, através do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.