Início / Agricultura / Furto de alfarroba não pára. GNR apreende mais 434 quilos em Silves

Furto de alfarroba não pára. GNR apreende mais 434 quilos em Silves

A Guarda Nacional Republicana (GNR) informa que o Comando Territorial de Faro, através do Posto Territorial de São Bartolomeu de Messines, nos dia 5 e 6 de Agosto, apreendeu 434 quilos de alfarroba e identificou oito pessoas por furto de alfarroba, em duas situações distintas, em Silves e São Bartolomeu de Messines.

A primeira situação ocorreu no dia 5 de Agosto, em Silves, no seguimento de uma denúncia a dar conta de um furto de alfarroba. Os militares da Guarda deslocaram-se rapidamente para o local, onde identificaram quatro pessoas, dois homens de 17 e 55 anos e duas mulheres de 15 e 56 anos, tendo ainda procedido à apreensão de 257 quilos de alfarroba, uma vez que os suspeitos não tinham autorização por parte do proprietário para proceder à sua apanha. Foi ainda apreendido o veículo utilizado para realizar o furto, como medida cautelar de prova.

A segunda situação ocorreu no dia 6 de Agosto, em São Bartolomeu de Messines, durante uma acção de fiscalização. Os militares da Guarda, durante a fiscalização a uma viatura, aperceberam-se de que, no seu interior, estava uma grande quantidade de alfarroba, não tendo os suspeitos conseguido justificar a sua proveniência, motivo que levou à identificação das quatro pessoas, três homens de 19, 30 e 46 anos e uma mulher de 43 anos, e à apreensão de 177 quilos de alfarroba, assim como do veículo utilizado para o efeito.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Silves.

A GNR tem reforçado o policiamento e a fiscalização relativamente à apanha e comércio da alfarroba durante este período, na zona do Algarve, com o intuito de dissuadir e reprimir a prática do furto de alfarroba.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Componentes em cortiça by Amorim ajudam a reduzir pegada de carbono dos pavimentos

Partilhar              Os componentes de cortiça NRT62 com e sem barreira de vapor by Amorim, produtos da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.