Início / Agricultura / Fungicida Ortiva Top da Syngenta tem autorização para controlo do olho de pavão em olival

Fungicida Ortiva Top da Syngenta tem autorização para controlo do olho de pavão em olival

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O fungicida Ortiva Top da Syngenta obteve a extensão de autorização para uso no controlo do olho de pavão em olival (azeitona de mesa e produção de azeite), da piriculariose e da helmintosporiose na cultura do arroz.

A extensão de autorização do Ortiva Top, concedida pela DGAV — Direcção Geral de Alimentação e Veterinária, em final de Julho, abrange ainda o uso deste fungicida para controlo do oídio em framboesa (ar livre e estufa), controlo da alternaria em couves de folhas e couve-flor e para controlo da septoriose em salsa (ar livre).

Fungicida sistémico

O oídio em framboesa é um fungicida sistémico, constituído por duas substâncias activas: a azoxistrobina (Qol) e o difenoconazol (DMI).

A azoxistrobina inibe a respiração mitocondrial dos fungos e possui actividade essencialmente preventiva, anti-esporulante e alguma actividade curativa.

O difenoconazol é o inibidor da biossíntese dos esteróis na demetilação, com actividade preventiva e curativa.

Pode consultar a ficha técnica deste produto, e saber todas as culturas em que pode ser aplicado aqui.

A Syngenta é uma das empresas líderes no seu ramo de actividade. O grupo emprega mais de 27.000 pessoas em mais de 90 países.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Governo dos Açores garante: projecto final do novo matadouro de São Jorge entregue em Setembro

Partilhar            A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas dos Açores informou que o projecto de execução …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.