Início / Agenda / Fresh 52 leva campo de ensaio de produção de cenoura baby à AgroGlobal

Fresh 52 leva campo de ensaio de produção de cenoura baby à AgroGlobal

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Fresh 52  prepara-se para iniciar a construção da terceira maior fábrica mundial de transformação de cenouras baby, através da técnica cut and peel, na Quinta da Alorna, em Almeirim. Um investimento de 50 milhões de euros que vai criar 183 novos postos de trabalho.

Um projecto que já deveria ter arrancado no final do ano passado, mas foi atrasado por falta de financiamento. Problema ultrapassado, o vice-presidente da Fresh 52, Peter Knight, disse à organização da AgroGlobala maior feira agrícola ibérica dedicada aos profissionais, que se realiza nos dias 7, 8 e 9 de Setembro, em Valada do Ribatejo, que espera ter já “em Setembro todas as licenças para arrancar”, com a construção da fábrica.

Para já, estas cenouras, muito finas e compridas, estão a ser testadas nos campos de ensaio da AgroGlobal e vão ser produzidas de Norte a Sul de Portugal, com destino à Europa e aos Estados Unidos.

E se já tem vários parceiros de Norte a Sul do País, saiba que a Fresh 52 procura mais agricultores interessados em aderir ao projecto.

600 hectares plantados em Outubro de 2022

Peter Knight tem a ambição de plantar 600 hectares de cenoura baby em Portugal em Outubro de 2022, sendo assim processadas na fábrica de Almeirim cerca de 30 mil toneladas de cenouras baby no primeiro ano.

“Escolhemos Portugal porque podemos colher cenouras frescas todo o ano”, explica aquele responsável adiantando que tem feito ensaios de várias variedades de cenoura em várias zonas de Portugal, nomeadamente no Ribatejo , Aveiro, Odemira e Comporta.

“Em Almeirim, onde teremos o parque logístico, comprámos 44 hectares na Quinta da Alorna, que tem boas condições em termos de acessos rodoviários, por outro lado, temos água e mão-de-obra. Cerca de 65% das cenouras vão ser produzidas ao redor de Almeirim”, diz Peter Knight.

E explica que vai começar com o seu principal parceiro, a Torriba – Organização de Produtores de Hortofrutícolas, para produzir cenouras. “No Outono e no Verão vamos para Aveiro, onde esta mais fresco, com o produtor Nelson Neves, e no Inverno vamos para Sul, para Odemira e depois para a zona de Cádis no fim do Verão, principio de Primavera. Depois voltamos para o Ribatejo”.

Salienta ainda o vice-presidente da Fresh 52 que “se as nossas projecções estiverem certas, vamos duplicar os 600 hectares plantados no segundo ano, pois temos a capacidade de duplicar a produção da fábrica com dois turnos”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Associação Empresarial da Região do Algarve está a recrutar formadores na área da Gestão Ambiental

Partilhar              O NERA — Associação Empresarial da Região do Algarve encontra-se a recrutar formadores na área …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.