Início / Agenda / Formação Pedagógica de Formadores da Nerlei arranca a 11 de Janeiro

Formação Pedagógica de Formadores da Nerlei arranca a 11 de Janeiro

A Nerlei – Associação Empresarial da Região de Leiria alterou a data da acção que promove de Formação Pedagógica de Formadores para 11 de Janeiro de 2017 e ainda está a aceitar inscrições (aqui). A acção terá lugar no Edifício Nerlei, em Leiria, e termina a 4 de Março de 2017.

A formação tem uma duração de 90 horas e um custo de 250 euros para associados da Nerlei e de 290 euros para não associados, valores isentos de IVA. O IEFP cobra encargos procedimentais no valor de 50 euros para emissão do CCP – Certificado de Competências Pedagógicas. Pode consultar o cronograma da acção aqui.

A formação Pedagógica de Formadores tem como objectivo promover a aquisição, actualização e o aperfeiçoamento de competências, transferíveis para a sua prática. Estas competências estão relacionadas com a:
– concepção e elaboração de programas de formação e de materiais pedagógicos;
– gestão e coordenação de formação;
– investigação e experimentação de novas abordagens e metodologias aplicadas a públicos e contextos diversificados, em várias modalidades de formação.

A Formação Pedagógica Inicial de formadores é dirigida a pessoas que pretendam adquirir o CCP – Certificado de Competências Pedagógicas para exercer a actividade de formador, preferencialmente com uma qualificação de nível superior, ou ainda, pessoas com habilitação escolar inferior, que pode ir até ao 9º ano de escolaridade, com competências em áreas mais operativas, e com cinco anos de experiência profissional numa determinada área devidamente comprovada.

Objectivos Específicos

No final da formação os futuros formadores deverão ser capazes de:
– Caracterizar os contextos/sistemas da formação profissional em Portugal;
– Distinguir as competências exigíveis ao formador em função dos sistemas em que intervém;
– Adoptar uma perspectiva de auto-avaliação relativamente à sua prática;
– Planificar unidades de formação tendo como ponto de partida as orientações e procedimentos do plano de formação;
– Formular adequadamente os objectivos pedagógicos;
– Conceber e aplicar uma metodologia adequada aos objectivos, aos públicos-alvo e ao contexto da formação;
– Desenvolver um dispositivo de avaliação das aprendizagens como parte integrante de um sistema interactivo de avaliação da formação;
– Utilizar e conceber de forma adequada os recursos didácticos na formação;
– Adequar o processo de aprendizagem à especificidade do formando;
– Desenvolver uma relação pedagógica e eficaz e produtiva em função do grupo de formação;
– Reflectir sobre os sistemas de formação.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Câmara de Santarém atribui Medalha de Ouro ao CNEMA

Partilhar              A Câmara de Santarém condecorou hoje, 14 de Junho, o CNEMA — Centro Nacional de …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.