Início / Mar / Aquacultura / Fluviário de Mora renova instalações

Fluviário de Mora renova instalações

O Fluviário de Mora redecorou-se nos últimos meses e fez um “lifting” na sua oferta, sobretudo ao Lontrário que agora se apresenta “renovado e melhorado a bem dos seus nove habitantes”, diz fonte do Fluviário.

“Um projecto desejado desde a sua construção, permitiu melhorar ainda mais as condições do casal asiático de Lontras-de-garras-pequenas (Aonyx cinereus) e das suas crias e do casal de Lontras-Europeias (Lutra lutra), que chegaram há dois anos. Todas elas conhecidas do grande público, têm agora uma casa totalmente remodelada”, adianta a mesma fonte.

Na concepção do projecto, foram considerados e “respeitados os requisitos exigidos pelas espécies a albergar, que devem ser considerados na característica do habitat”, garante o Fluviário.

Cada habitat conta com 25 metros quadrados de fibra de vidro, que simula uma escarpa de um rio, o habitat contempla ainda um pequeno riacho, um espaço verde, uma zona de cascalho e troncos de grande porte tudo fazendo parecer uma margem de um rio.

Foi também reduzido o plano de água para 50 mil litros com a construção de um muro para que a mesma se mantenha com total qualidade. Finalmente, este espaço conta com o ensombramento de uma grande e estilizada árvore fotovoltaica que garante a ausência de sol aos habitats ao longo do dia.

Vários aquários do Fluviário foram melhorados, alterações que passaram por pintá-los e “dar nova decoração de modo a satisfazer os visitantes, no intuito de que voltem sempre”, dizem os mesmos responsáveis.

Ao fim de oito anos, por onde passaram mais de 730 mil visitantes, crianças, famílias, escolas e outros grupos, o Fluviário de Mora continua a “inovar e a renovar-se como a maior e mais reconhecida instituição em Portugal, e também na Europa, de divulgação do maravilhoso mundo dos rios e dos lagos”, afirma a mesma fonte.

O Fluviário de Mora conta com mais de 500 exemplares de 55 espécies.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Lagoa assume presidência da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho

Partilhar             more  A AMPV – Associação dos Municípios Portugueses do Vinho era presidida pelo município do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.