Início / Lazer / FIA Lisboa entrega prémios de artesanato tradicional e contemporâneo

FIA Lisboa entrega prémios de artesanato tradicional e contemporâneo

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Feira Internacional do Artesanato, a decorrer na FIL, Parque das Nações, até 5 de Julho, acaba de apresentar os vencedores do Concurso de Artesanato FIA Lisboa 2015.

O 1º Prémio para a melhor peça de artesanato tradicional, no valor de 2.000 euros, foi para o Centro de Mesa “Pompons”, de Marta Teixeira da Cruz.

Nesta área receberam ainda menções honrosas as peças “Construindo-se”, de António Pinto Carvalho, “Altar de Stº António”, de José Luís Pires, e “Nos Pés à Cabeça”, de Manuel Gonçalves Macedo.

Já o 1º Prémio para o artesanato contemporâneo, também de 2.000 euros, foi para a Talha Portuguesa Manardu. Receberam menções honrosas do artesanato contemporâneo as peças “Cruzes”, de António Adauta, “Cdonata”, de Domingos da Cunha Vilaça” e “Vibrações do Mundo”, de Nuno Campos.

Estiveram a concurso 50 peças para a Melhor peça de Artesanato Tradicional e 58 peças para Melhor Peça de Artesanato Contemporâneo.

O júri do concurso é composto por Elsa Almeida, representante do Instituto de Emprego e Formação Profissional;  Jorge Moreira, convidado da AIP FCE; Leandro Coutinho, representante da Federação Portuguesa  de Artes e Ofícios; Luís Rocha, representante do CEARTE (entidade convidada); e Miguel Comporta, representante da  AIP-FCE.

Os Prémios Artesanato Tradicional e Contemporâneo FIA-Lisboa 2015 instituídos pela Fundação AIP constituem uma iniciativa de valorização dos artesãos portugueses, privilegiando as suas competências técnicas, a sua capacidade estética e criativa assumindo-se igualmente como um factor de incentivo à inovação e ao rejuvenescimento social e cultural das artes e ofícios tradicionais.

O Concurso do Artesanato FIA Lisboa 2015 tem como objectivos a dinamização do artesanato nacional; distinguir artesãos portugueses; promover o artesanato nacional como identidade cultural das diferentes regionais e impulsionar o emprego e o desenvolvimento regional.

O concurso contempla o Prémio Melhor Peça de Artesanato Tradicional (bem ou produto, utilizável ou consumível, que é criado por recurso a processos, técnicas ou matérias primas tradicionais, susceptível de ser identificado com as raízes culturais portuguesas) e o Prémio Melhor Peça de Artesanato Contemporâneo (bem ou produto, utilizável ou consumível, em cujo processo produtivo são utilizados novos materiais, novas tecnologias, ou design inovador, expressando as actuais tendências da cultura tradicional portuguesa).

Organizada pela Fundação AIP, através da AIP – Feiras, Congressos e Eventos com o apoio do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional, a FIA-Lisboa traz à capital durante 9 dias um verdadeiro mundo de culturas, tradições e artes.

Em 2014 a FIA Lisboa recebeu cerca de 112.000 visitantes em 9 dias de feira. “A diversidade dos expositores, as propostas artesanais aliadas ao design mais contemporâneo, as iniciativas multiculturais e a ampliação da área dedicada à gastronomia, contribuíram para o sucesso da FIA Lisboa 2014, certame que é já uma referência consagrada nas feiras do sector”, refere fonte institucional da FIA.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Gastronomia. 9.ª edição do 10 Fest Açores adiada para 2021

Partilhar            A 9.ª edição do 10 Fest Açores, o maior evento gastronómico do arquipélago, será adiado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.