Início / Agenda / Ferrovia. Competitividade territorial do Porto de Aveiro em debate. Participação gratuita

Ferrovia. Competitividade territorial do Porto de Aveiro em debate. Participação gratuita

Corredor Atlântico: A competitividade territorial do Porto de Aveiro. É este o tema de debate de conferência online, a realizar-se amanhã, 29 de Abril entre as 15 horas e as 16h30. Se quer participar, a inscrição é gratuita.

A ligação Porto/Aveiro – Vilar Formoso (através da Linha da Beira Alta) é um projecto prioritário que visa reforçar a ligação do Norte e Centro de Portugal com a Europa por caminho-de-ferro, de modo a viabilizar um transporte ferroviário de mercadorias eficiente, potenciando o aumento da competitividade da economia nacional, diz a organização da Conferência.

E acrescenta que, “estando prestes a ser concluída a modernização da Linha da Beira Alta, principal ligação ferroviária à Europa, que integra a rede “core” da Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T) e o Corredor Ferroviário Atlântico, o Porto de Aveiro tem agora uma oportunidade para atrair mais e novos serviços intermodais entre Portugal e Espanha e o resto da Europa”.

A conferência abordará a competitividade territorial do Porto de Aveiro e a sua capacidade de expansão e de atracção de investimento privado.

A inscrição é gratuita mas de registo obrigatório, aqui.

Programa

Parte I
A Competitividade Territorial do Porto de Aveiro

Fátima Lopes Alves – Presidente do Conselho de Administração do Porto de Aveiro
Eduardo Anselmo Castro – Vice-Presidente da CCDR-Centro
Joaquim Guerra – PFP – Plataforma Ferroviária Portuguesa, Cluster da Ferrovia
Paulo Jorge Ferreira – Reitor da Universidade de Aveiro

Parte II
Corredor Ferroviário Atlântico

Álvaro Fonseca – Director Geral Takargo
Carlos Fernandes – Vice-Presidente das Infra-estruturas de Portugal
Carlos Vasconcelos – Chairman MEDWAY
Pablo Hoya – Director Geral da Zaldesa

Moderação
Fernando Gonçalves – Transportes & Negócios

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Agro.Ges: prevê-se uma transferência de áreas ocupadas por cereais para culturas leguminosas

Partilhar              “Não se esperam alterações na área ocupada pelos solos agrícolas e florestais da União Europeia, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.