Início / Agricultura / Fenareg: Três anos de seca deixa albufeiras sem água para a campanha de rega de 2017

Fenareg: Três anos de seca deixa albufeiras sem água para a campanha de rega de 2017

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O terceiro ano consecutivo de precipitação inferior ao normal agrava o armazenamento das albufeiras do Alentejo, onde as disponibilidades não ultrapassam os 40% do volume total. Na bacia hidrográfica do Sado ocorrem os registos mais críticos, com volumes armazenados úteis nas albufeiras de Odivelas e do Roxo de 6% e 10%, respectivamente. Os Perímetros de Rega do Vale do Sado, Campilhas e Vigia também apresentam limitação hídrica para a campanha de rega deste ano.

“Estão condicionados 30.000 ha de culturas regadas que poderão ficar sem água na campanha de rega deste ano. A solução é o reforço de água das albufeiras através do sistema de Alqueva, onde existe disponibilidade hídrica”, diz um comunicado da Fenareg – Federação Nacional de Regantes. Na campanha de rega do ano passado “esse reforço foi já uma realidade, no entanto a viabilidade desse recurso continua por definir. A falta da legislação que estabelece o preço da água a estas situações condiciona a decisão dos agricultores”, dizem os mesmos responsáveis.

O tema do preço da água de Alqueva, aos regantes e às associações, foi levado ao Ministério da Agricultura, com propostas concretas por parte da Fenareg. Das intervenções e propostas da associação resultou a promessa, do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, de baixar o preço da água no primeiro trimestre de 2017, notícia que “esperamos seja conhecida em breve e que garanta a viabilidade do reforço às albufeiras dos perímetros confinantes”, acrescenta o mesmo comunicado.

Capacidade total de armazenamento nas albufeiras, a 7 de Março de 2017, que apresentam limitação hídrica:

Divor – 25,4%; Vigia – 33,4%; Monte da Rocha – 19,1%; Fonte Serne – 36,8%; Alvito – 38,1%; Odivelas – 31,4%; Pego do Altar – 29,3%; Vale de Gaio – 53,2%; Roxo – 16%; Campilhas – 44,0%; Caia – 44,3%. Dados: Associações de Regantes e Sistema Nacional dos Recursos Hídricos.

A Fenareg é uma associação de utilidade pública, sem fins lucrativos, de âmbito nacional, fundada em 2005, que agrupa entidades dedicadas à gestão da água para rega, tanto superficial como subterrânea, com o objectivo de unir esforços e vontades na defesa dos seus legítimos interesses e na promoção do desenvolvimento sustentável e da competitividade do regadio. Actualmente conta com 28 associados que representam mais de 22 mil agricultores regantes e cerca de 134.750 hectares, quer dizer, mais de 76% do regadio colectivo público e cerca de 20% do regadio nacional.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Cotações – Cortiça – Informação Semanal – 27 Julho a 2 Agosto 2020

Partilhar            Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Na semana em análise foi dada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.